5 anos da morte de Cristiano Araujo. Veja mudanças musicais deste período

No ano de 2015 após sofrer um acidente de carro em Goias o cantor sertanejo não resistiu e veio a óbito
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Nesta quarta-feira, 24, lembramos os leitores do FAMOSANDO os 5 anos da morte do cantor Felipe Araujo. O cantor que em 2015 estava estourado nas rádios, TVs e plataformas digitais e arrastava multidões em seus shows teve a sua carreira interrompida por um acidente fatal em uma rodovia que corta a cidade de Morrinhos em Goiás

Dono de sucessos como “Maus Bocados”, “Mente pra mim” e “Ce que sabe”, o cantor deixou uma legião de fãs e que matam um pouco da saudade do seu estilo musical, curtindo as músicas de seu irmão Felipe Araujo.

Por sinal, se formos pensar nos últimos 5 anos, muita coisa mudou no cenário musical no Brasil? Além de Felipe Araujo que despontou para o sucesso após o falecimento de Cristiano Araujo, quem mais surgiu no meio da música nos últimos 5 anos?

No ano de 2015 as músicas mais tocadas nas rádios e nas plataformas digitais de todo o país foram:

“Escreve aí” – Luan Santana
“Bang’ e “Blecaute” – Anitta
“Suíte 14” – Henrique e Diego com MC Guimê
“Aquele 1%” – Marcos e Belutti e Wesley Safadão
“Farra, pinga e foguete” – Bruno e Barretto
“Hoje eu tô terrível” – Cristiano Araújo
“Que sorte a nossa” – Matheus e Kauan
“Cuida bem dela” – Henrique e Juliano
“Tempo de amor” – Victor e Leo
“O que acontece na balada” – Thaeme e Tiago
“Você não me conhece” – Gusttavo LIma
“Na hora da raiva” – Henrique e Juliano
“Made in roça” – Loubet

Cristiano Araujo durante show em São Paulo em 2015 - foto: Leo Franco / Agnews
Cristiano Araujo durante show em São Paulo em 2015 – foto: Leo Franco / Agnews

Olhando a lista acima podemos dizer que muita coisa mudou no cenário nacional. Alguns cantores se mantiveram, outros cresceram mais ainda, novos surgiram, e outros simplesmente desapareceram (não propriamente o desaparecimento das pessoas, mas sim nas listas de artistas mais pedidos)

A dupla Vitor e Leo, nem existe mais, o cantor Loubet depois de enorme sucesso com “Made in Roça” não conseguiu até hoje emplacar um novo hit. O mesmo aconteceu com Bruno e Barreto, a dupla que surgiu com uma levada diferenciada, dançante e com uma voz um pouco mais grossa que o convencional, ainda busca um novo hit como “Farra, Pinga e foguete”

Entre os cantores que se mantiveram no auge, vemos nomes como Luan Santana, que tem uma carreira consolidada e leva consigo milhões de fãs. Matheus e Kauan, se algum dia foram dúvida no cenário musical, hoje são mais do que realidade e possuem diversos sucessos na boca do povo. A dupla Marcos e Belucci que tiveram como grande sucesso da carreira a música “Domingo de manhã” se mantem sempre na lista dos mais pedidos.

Anitta, que em 2015 estourou com “Bang” em um clipe muito diferente de tudo que tinha sido feito até então, se tornou uma das maiores, senão a maior artista do Brasil. Junto com o sucesso, as polêmicas, a carreira internacional, os affairs e as fofocas. Anitta se mantém nestes 5 anos na mídia seja pela música (que é excelente), seja pelo interesse do público por sua vida pessoal.

Já entre os cantores homens, Gusttavo Lima cresce a cada dia e traz até música popular brasileira novos sucessos. Junto com Wesley Safadão, dividem a atenção do grande público como os maiores do Brasil.

Mas o que pudemos ver nestes 5 anos sem Cristiano Araujo foi a ascensão do ritmo POP. Cantores como Luiza Sonza, Lexa, Pabllo Vittar, Pocah, Gloria Groove, Iza, Marília Mendonça, Simone e Simaria, Maiara e Maraisa, Gaab, Jão e Tiago Iorc surgiram como novos nomes da cena musical popular brasileira.

Seria errado falar que estes cantores não tinham carreira antes de 2015, porém, ainda não eram reconhecidos do grande público.

O contra-ponto que se faz de 2015 para 2020 é de que muitas vezes o ritmo envolvente e a batida continua se destacam muito mais do que uma letra elaborada, ou um romantismo em uma linda melodia. É errado? Não, claro que não, são apenas características da nova “boa música” do novo sucesso.

Cristiano Araujo faz falta com o seu vocal forte, com suas letras marcantes e seu jeito romantico de embalar multidões. Muita coisa mudou nestes 5 anos e ainda bem que temos os clipes e as plataformas digitais para rever e reverenciar este grande talento que foi Cristiano Araujo

Cristiano Araujo durante show em São Paulo em 2015 - foto: Leo Franco / Agnews
Cristiano Araujo durante show em São Paulo em 2015 – foto: Leo Franco / Agnews
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente