Após críticas, Aguinaldo Silva alfineta Pigossi: ‘Se diz libertário’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Aguinaldo Silva alfineta Pigossi após críticas
Aguinaldo Silva alfineta Pigossi após críticas. Foto: Reprodução/Globo

Autor de Fina Estampa, Aguinaldo Silva alfineta Pigossi por causa das críticas que o intérprete de Rafael fez à novela que é reprisada na faixa das nove. Durante live no Instagram do GNT, o autor disse que a trama deveria ser ‘ proibida’ de ser reprisada, por seu conteúdo polêmico.

“Um ator diz que Fina Estampa “devia ser proibida de ser reprisada”. Acho que ele quis dizer que os 50 milhões de espectadores que a veem deviam ser proibidos de gostar tanto da reprise da novela. E eu, que vivi os tempos da Censura, achando que finalmente era proibido proibir…”, contou.

Em seguida, o autor, que deixou a Globo em janeiro deste ano, mas continua acompanhando suas produções na emissora. Afinal, é dono de uma vasta carreira no canal. Então, Aguinaldo Silva alfineta Pigossi mais uma vez. Enfim, diz que o ator menosprezou o trabalho de mais de uma centena de artistas e outros profissionais.

“Aliás, deixem que lhes diga uma coisa: quando um artista que se considera libertário diz que o trabalho de mais de 150 pessoas que vivem das artes como ele devia ser proibido… Bem, alguma coisa está errada.”, escreveu no Twitter.

Cancela a live

Posteriormente, ainda irritado com a questão de Pigossi, que aconteceu durante uma live no Instagram do canal GNT, do grupo Globo, Aguinaldo critica o formato. De acordo com ele, as lives são uma pandemia paralela à do coronavírus.

“Estamos passando por duas pandemias: a do covid19 e a das lives. Para a primeira infelizmente ainda não temos uma vacina. Já para a segunda o tratamento é bem mais simples: desliga!”, criticou.

Finalmente, botou um ponto final nessa história. Ele deixou claro que não se doeu com a crítica, porque as aceita com tranquilidade. O problema, então, foi o possível incentivo à censura que Marco Pigossi teria dado em sua fala.

“O que não aceito é que alguém, ainda mais um artista que se considera ‘libertário’, se manifeste a favor da censura, ou seja, de tudo de autoritário e fascista que existe por trás dela”, destacou.

Entenda o caso

A fala de Marco Pigossi pelos olhos de Aguinaldo Silva parece um grande absurdo. E, olhando agora, realmente pode ter sido. Ainda assim, o tom em que foi dito, não transpareceu algo tão sério.

Pigossi afirmou que tinha vergonha de assistir a si mesmo na história, por ter evoluído como ator. Em tempo, destacou que também achava um absurdo alguns assuntos que foram abordados na história. De acordo com ele, em 2011, o mundo era outro, quando “as pessoas ainda se sentiam no direito de não se importar com política”, etc.

A fala aconteceu no Instagram do GNT, enquanto era comandado por João Vicente de Castro. Atualmente, ele comanda o Papo de Segunda, ao lado de Emicida, Fábio Porchat e Fracisco Bosco.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente