Após festa junina, Rafa Kalimann analisa “Eu não fiz nada de errado, o ódio está muito gratuito”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Rafa Kalimann comenta cancelamento
Rafa Kalimann fala de cancelamento após festa de São João em sua casa. Foto: Instagram

Ao longo desse final de semana, Rafa Kalimann se viu no meio de uma grande polêmica: sua festa junina. A influencer preparou um evento para celebrar o São João com a família, mas desagradou a Internet, porque ela teria furado o isolamento social. Apesar de os próprios fãs terem explicado que apenas a família dela estava no evento, não teve jeito: foi dado o tal do cancelamento. Em entrevista ao Famosando, Rafa Kalimann comenta cancelamento.

“A gente chegou num momento em que a palavra cancelamento virou muito rotineira, apesar de não ser – é muito dolorosa. O ódio está muito gratuito, num momento em que a gente mais precisa de amor, de amparo”

Em seguida, Rafa confessa que o sentimento é de medo. Afinal, trabalha com sua imagem, sendo essa uma profissão como qualquer outra. Ainda assim, ela conta que é preciso dar aos influencers o direito ao erro.

“Cada passo que eu dou está sendo diferente nessa questão. O medo é constante. A gente realmente não sabe o que fazer e não fazer; Não tem o direito de errar como qualquer ser humano, não tem o direito de aprender através dos nossos erros”, explica.

Rafa Kalimann comenta cancelamento após Arraial
Rafa Kalimann fez festa para sobrinho e afilhada em casa. Foto: Reprodução/Instagram

Cancelamento

Logo depois do Arraiá que Rafa fez em sua casa, fechado para a família que está isolada com ela em sua casa, o cancelamento veio a tona. O nome da influencer chegou a ser o mais comentado no Twitter. Afinal, internautas não se conformavam que ela tinha feito uma festa no meio da pandemia. Esqueceram-se, contudo, de que a festa foi fechada. Neste momento, Rafa Kalimann comenta cancelamento e o que sentiu quando percebeu a repercussão do que havia feito.

“Quando eu acordei e vi tudo o que tinha acontecido, me perguntei ‘Meu Deus, o que foi que eu fiz de errado?’. Eu continuo vivendo em isolamento. Tanto que ninguém pegou nada, porque a gente está se cuidando mesmo, sabe?”, lembra.

Em seguida, ela se defende: “Eu não fiz nada de errado, mesmo que todos tentem falar isso para mim. Eu sei que não fiz. Quando caí em mim, eu percebi que preciso entender que as pessoas vão reclamar, mesmo se eu fizer, se não fizer”. E finaliza: “Ninguém está vivendo aqui dentro de casa para sentir”.

O hater vai sempre existir

Posteriormente, a vice-campeã do BBB compara como lidava com a internet antes e depois do reality. Afinal, agora a repercussão de tudo o que ela faz é muito maior. Ademais, tem aprendido a lidar

“Num momento em que todo mundo deveria estar de mãos dadas, é o momento com o maior ódio virtual que já vimos. Foi muito difícil lidar com isso desde que saí da casa, porque saí com uma exposição muito maior. Obviamente, o ódio vem de uma forma mais intensa!”, conclui.

Finalmente, Rafa toca numa ferida bastante importante: ‘Falar ou não falar? Eis a questão’. Depois de uma publicação de Felipe Neto, que denunciou a falta de posicionamento de artistas e famosos, até o silêncio virou motivo para o tal do cancelamento.

“Falar pode ser errado, não falar também é. Dar uma opinião é errado para algumas pessoas (e isso vem através do ódio) e não dar também”, destaca.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente