Após investigações de assédio, Felipe Prior tem caso encerrado

A 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Paulo concluiu nesta quarta-feira (5) que não houve crime nas denúncias de estupro e tentativa de estupro feitas pelo o ex-BBB Felipe Prior. A delegada titular Dra. Maria Valéria Pereira Novaes decidiu por não indiciar o arquiteto no inquérito policial que investigava as acusações, feitas por três mulheres

Ex BBB deixando a delegacia da Mulher - Foto: Leo Franco / AgNews
Ex BBB deixando a delegacia da Mulher – Foto: Leo Franco / AgNews

O inquérito policial foi instaurado no dia 8 de Abril, após as 3 supostas vítimas fazerem depoimentos envolvendo Felipe Prior para a revista Marie Claire. Os abusos a qual Felipe foi acusado, teriam acontecido em 2014, 2016 e 2018.

No dia 24 de Abril, Felipe Prior esteve na Delegacia da Mulher onde depõs por cerca de 3 horas.

A Delegada responsável pelo caso Dra. Maria Valéria Pereira Novaes, falou com jornalistas que estavam do lado de fora da delegacia e relatou como foi o depoimento do paulistano: “(Felipe estava) aparentemente tranquilo. Ainda tem as testemunhas para apresentar. Depois vamos encaminhar tudo para a justiça analisar. Não posso dizer qual a minha visão (a respeito do) depoimento dele, porque os advogados vão poder fazer de uma forma mais específica”, relatou.

A defesa do Ex BBB informou em nota que: “Sempre acreditou em sua inocência e que o trabalho da Delegada Valéria, permitiu que o acusado apresentasse as provas necessárias.”. E concluiu “Esperamos que o Felipe Prior retome o curso normal de sua vida.”

O MP ainda pode apresentar uma denúncia contra Prior e, então, caberá ao juiz decidir acatar ou não, o que poderia tornar o ex BBB réu.

A investigação foi enviada para o Ministério Público, que ainda poderá apresentar denúncia contra o ex-BBB

Ex BBB deixando a delegacia da Mulher - Foto: Leo Franco / AgNews
Ex BBB deixando a delegacia da Mulher – Foto: Leo Franco / AgNews

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente