Arthur Nory pede perdão a ginasta negro por racismo

Ginasta se envolveu em conflito com Angelo Assumpção
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Artur Nory pede perdão a ginasta negro por racismo
Arthur Nory pede perdão a ginasta negro por racismo. Foto: Reprodução/Instagram

Em vídeo publicado no Instagram, Arthur Nory pede perdão por atitudes racistas contra o ginasta Angelo Assumpsão. Ele assumiu ter cometido erros com o amigo há anos, mas manteve silêncio a respeito do que, de fato, aconteceu. Ao longo do texto, ele justificou que a atitude faz parte de um conjunto de atitudes naturalizadas, mas que devem parar.

O atleta não especificou o que aconteceu, de fato, entre ele e o campeão mundial. Contudo, pediu perdão e afirmou que falar a respeito é o mais acertado. Afinal, o silêncio apenas perpetua atitudes racistas, o que não é o objetivo.

“‘Errei e quero me tornar melhor.’ Há 5 anos, eu trazia à tona através de uma rede social uma imbecilidade, achando que era uma simples brincadeira engraçada. A rotina de anos, coloca a gente numa bolha. Numa maldita bolha. A gente acaba sendo “educado” a coisas sem perceber”, analisou Nory.

Enquanto Arthur Nory pede perdão por atitudes racistas, por sua vez, Angelo também falou sobre racismo: “Não podemos romantizar nem naturalizar atitudes assim, seja ela de colegas, conhecidos, instituições. A gente precisa combater isso juntos. Sonhos e vidas estão sendo ceifadas. Não é negros contra brancos, é todos contra brancos”.

‘Falta de noção’

Em seguida, o atleta admite ter errado com o amigo e fala em falta de noção. Além disso, afirmou que preferiu o silêncio, mas agora decidiu que o melhor, na verdade, é falar a respeito.

“Expus um amigo, uma amizade de 15 anos numa total falta de noção.
Os anos passaram, e a falta de entendimento junto a ideia do ‘é melhor ficar calado’, andaram um tempo comigo. As vezes a gente demora pra fazer muita coisa na vida. Tô aqui porque já passou da hora de me expor pelas minhas próprias palavras, que não são as melhores, mas são as que eu to construindo. Ou melhor, desconstruindo”, declarou.

Finalmente, Nory declarou que o racismo está enraizado em nossa sociedade. Por isso, basta uma oportunidade para o preconceito aparecer em alguma fala ou atitude.

“Um ato de preconceito só precisa de uma oportunidade pra acontecer.
Enquanto a gente tiver medo de assumir a ignorância, qualquer um de nós pode estar machucando alguém, mesmo sem perceber. Passo a passo, eu quero ser um cara melhor”, terminou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente