Ator recebe ameaças de morte por personagem em série

Ator recebe ameaças de morte por personagem em série
Ator recebe ameaças de morte por personagem em série. Foto: Divulgação

Mais uma notícia sobre o mundo dos haters. Agora, um ator recebe ameaças de morte por causa de seu personagem na série Com Amor, Victor. Michael Cimino é o protagonista da produção, que conta a história de um jovem gay. Então, o fato de ele não ser gay causou a revolta de algumas pessoas incomodadas na Internet. Sendo assim, as críticas começaram a ganhar proporções bem incômodas.

Capa da revista Attitude do mês de junho, ele conta que já esperava esse tipo de ódio gratuito. Contudo, decidiu enfrentar os problemas, porque o projeto é relevante para sua carreira. Ainda assim, confessa que é algo horrível de se viver.

“Definitivamente, recebi algumas críticas da comunidade LGBT por estar no papel … Recebi ameaças de morte, o que é horrível. Mas a série é importante para mim. E quanto às mensagens de ódio eu entrei neste projeto sabendo que isso iria acontecer, independentemente do quão bom eu fosse”, revelou o artista.

Em seguida, Michael ainda defende que sua intenção no projeto é genuína. Ainda que não seja um homem gay, ele diz que pretende fazer com que as pessoas se sintam representadas de alguma forma com seu personagem. “É uma honra interpretar Victor e uma grande responsabilidade. Entrei com a intenção pura de representar isso corretamente. Eu me esforcei para garantir que todos que acompanhassem essa história se sentissem representados.”, reflete.

Leia mais

Lady Gaga revela que ficou grávida após estupro
Ator de Animais Fantásticos e Onde Habitam é preso por assédio sexual
Ex-RBD Dulce Maria se considera empoderada em novo papel

Com Amor, Simon

Divulgação/Revista Attitude

O projeto é inspirado no filme Com Amor, Simon, que também tem um livro com o mesmo nome. Dessa forma, o spin-off segue agora a trajetória de Victor, em vez de Simon. O projeto acabou de chegar na segunda temporada e está disponível no Hulu.

Por ter um apelo forte com o público LGBTQIA+ adolescente, Michael confirma que sua intenção com o drama é causar algum tipo de mobilização e demonstrar apoio ao movimento, ainda que não faça parte dele. Além disso, critica atores que demonstram algum tipo de relação com a causa apenas quando se envolvem em projetos da temática.

“Há alguns atores heterossexuais que interpretam personagens gays, que querem apoiar os direitos LGBT enquanto promovem seu projeto, mas quando terminam, um ano depois, isso desaparece. E não é isso que faz de você um aliado. Não é assim que você apóia os direitos LGBT. Se você não é um verdadeiro aliado, o que está fazendo?”, declara.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente