BBB: Tiago Leifert interrompe Guilherme em defesa de Pyong e causa polêmica

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Enquanto justificava seu voto no hipnólogo, o apresentador cortou o modelo e impediu que ele falasse sobre assédio na casa

Reprodução Globoplay

A interferência de Tiago Leifert no BBB20 foi, mais uma vez, criticada pelos telespectadores na noite deste domingo (1).

Durante a formação da berlinda, Guilherme (indicado pela líder) pode escolher alguém para ir ao paredão com ele. Então, o modelo votou em Pyong e, enquanto se justificava, foi interrompido pelo apresentador.


“Aí eu vou ter que te cortar, porque isso é um caso já resolvido!”, interrompeu, quando o paulista começou a citar o caso de assédio em que o ilusionista se envolveu durante a festa Guerra e Paz, quando passou o pênis na cabeça de Gizelly, tentou beijar Marcela e Bianca, mesmo elas dizendo que não, e chegou a passar as mãos na perna da médica. Então, Guilherme se desculpou pela justificativa e seguiu outra linha de raciocínio: “Eu acho que ele tomou atitudes dentro da casa que não foram apropriadas e o público deve julgar se isso foi correto!”.


Igual julgou a Bianca e eliminou ela!”, comentou o hipnólogo. “Eu estou falando, não me interrompa, por favor!”, devolveu o modelo.


No confessionário, enquanto votava, Guilherme foi mais uma vez se desculpar por ter citado o assunto e Tiago saiu em defesa do ilusionista.


Isso foi um caso já resolvido, esclarecido com o Pyong. O que ele fez aí dentro tem implicações aqui fora, temos que pensar na família dele!”, respondeu o apresentador.


Assim que o programa saiu do ar, Pyong se reuniu com as meninas dentro do quarto e explodiu de raiva porque o modelo levantou o assunto do assédio. “O que aconteceu foi baixo. A justificativa dele foi baixa! Ele quis lembrar de uma coisa de três semanas atrás, que não tem nada a ver!”, protestou o descendente de coreanos.


Apesar de ter citado que a acusação de assédio que sofreu é de três semanas atrás, o hipnólogo não citou que o polêmico caso de Bianca e Guilherme, que acabou mandando o brother para o paredão, como justificou a líder Ivy, também aconteceu na mesma festa. Ou seja, se a justificativa de Guilherme indicá-lo por algo que aconteceu ‘faz tempo’, a de Ivy, que foi aplaudida e sugerida pelo próprio Pyong, também seria inadequada.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente