Cantor sertanejo suspeito de assassinar namorada é preso

Cantor Sertanejo suspeito de assassinar namorada é preso
Cantor sertanejo suspeito de assassinar namorada é preso. Foto: Reprodução / Internet

No último domingo (8), as autoridades prenderam o cantor sertanejo João Vitor Malachias em Ribeirão Preto, São Paulo. Ele é suspeito do assassinato da dentista Bruna Angleri

João Vitor, conhecido por sua carreira na música sertaneja há aproximadamente sete anos, tinha um relacionamento com Bruna que durou apenas alguns meses. A investigação revelou que, em agosto deste ano, João Vitor invadiu a casa de Bruna, situada em um condomínio de alto padrão no Distrito Industrial. Durante a invasão, ele teria destruído objetos e agredido Bruna. Assim. Assim.

O CRIIME BRUTAL

Em 27 de setembro, encontraram o corpo carbonizado de Bruna em sua própria cama. É importante destacar que Bruna já havia solicitado uma medida protetiva à polícia antes do trágico desfecho. Segundo a Secretaria de Estado dos Negócios da Segurança Pública de São Paulo, a casa foi afetada por um incêndio, que foi posteriormente controlado pelo Corpo de Bombeiros. No entanto, o delegado responsável pela investigação, Tabajara Zuliani, registrou o caso como homicídio na Delegacia de Polícia de Araras e afirmou que o corpo apresentava sinais de espancamento. Assim. Assim.

Veja Também: Agora solteira, Lexa retoma amizade com funkeiro


Na segunda-feira, a Polícia Civil de Araras apreendeu uma arma de calibre 9 mm com um amigo do cantor sertanejo e confirmou que alguém atirou no rosto de Bruna. “A necrópsia não detectou a presença de corpo estranho. Fizemos um raio-x no corpo, quando ainda estava aguardando para o velório na madrugada, e foi confirmada a presença de fragmentos de projéteis. Acreditamos que podemos realizar um confronto balístico pela perícia”, acrescentou o delegado. Assim. Assim.

Cantor Sertanejo suspeito de assassinar namorada é preso
Bruna Angleri. Foto: Reprodução Internet

Após fugir da perseguição policial, João Vitor publicou uma nota em suas redes sociais explicando que fugiu porque estava “desesperado” e que se entregaria caso houvesse um pedido de prisão contra ele. Entretanto, ele logo apagou as postagens.

Além do trágico assassinato de Bruna, existem outros registros de boletins de ocorrência feitos pela mãe do filho de João Vitor, acusando-o de ameaças e perseguições, e ela também solicitou medidas protetivas à polícia. João Vitor Malachias foi preso com a prisão temporária decretada e enfrentará um processo judicial rigoroso em relação ao terrível crime que cometeu.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente