Carlinhos Maia se nega a ser um dos primeiros a tomar vacina em Alagoas

Carlinhos Maia se nega a ser um dos primeiros a tomar vacina em Alagoas

Carlinhos Maia se negou a ser um dos primeiros a tomar a vacina do novo coronavírus em Alagoas. O humorista escreveu no seu Twitter que foi convidado para integrar o primeiro time de imunizados do estado. Mas, não aceitou por ‘não achar justo com quem ficou em casa durante a pandemia’.

Mesmo que aceitasse, o humorista não faz parte de nenhum grupo prioritário para receber a vacina.

Carlinhos foi duramente criticado por promover festas com aglomeração durante a pandemia. A última delas intitulada ‘Natal da Vila’, terminou com boatos de diversos contaminados pela Covid-19 o que o humorista nega.

Assim que Carlinhos Maia divulgou o convite para tomar a vacina, o Governo de Alagoas informou que não convidou pessoas que não fazem parte do grupo prioritário, que vai começar a ser vacinado nesta terça-feira (19). Somente profissionais de saúde e indígenas serão vacinados com o primeiro lote.

Prefeitura x Governo

Através de seu Instagram, Carlinhos disse que o convite partiu da Prefeitura de Maceió. “Aconteceu essa conversa sim, foi da Prefeitura de Maceió, na melhor intenção do mundo. Então não ataquem o Prefeito que é uma pessoa que eu gosto muito. Ele é muito revolucionário nesse negócio de Internet. Com a melhor das intenções ele falou comigo e me disse: ‘Carlinhos, pelo número de pessoas que lhe segue seria interessante você tomar a vacina, que fosse um dos primeiros a tomar a vacina pra filmar porque tem muita gente com medo pra isso incentivar as pessoas principalmente da região de Alagoas'”.

Deixando claro que eu jamais tomaria essa vacina. Eu só quis colocar lá pra vocês porque eu aceitei fazer a campanha e filmar os idosos que iam tomar. Eu até pedi pra ele colocar a minha mãe e a Dona Madalena que já tem 70 anos e que a minha rede social estaria a disposição” completou.

Veja Também: Carlinhos Maia contra todos… influencers se unem para criticar humorista

Críticas

Carlinhos disse que divulgou o convite para se precaver de críticas “Então não foi o governo, eles desmentiram uma coisa que não partiu nem deles. Isso foi uma coisa conversada com o governo de Maceió e foi uma ideia. Justamente se me vissem lá filmando e incentivando as pessoas a tomar a vacina, eu quis me precaver de alguma forma das pessoas dizerem ‘ah que hipocrisia, aglomera mas ta ai’. Minhas redes sociais seriam pra divulgar a vacina”

Ele ainda citou brigas políticas “Então eu peço desculpa ao Prefeito de Maceió por todo esse constrangimento, eu só quis me pronunciar antes pra dizer que me chamaram pra fazer esse tipo de ação porque eu sabia que não ia bater. Eu não sou maluco de fazer uma coisa dessa, de ir lá e tomar uma vacina na frente das pessoas. Governo do estado, desculpa se eu não apoiei seu candidato quando você me ligou pedindo. Isso tem muito mais a ver com politica do que justificar alguma coisa”.

“Sempre vai ter essa galera que vai usar minhas falas pra me desmentir e querer me desmoralizar. Eu cometo até excesso demais de sinceridade mas mentir eu não preciso mentir sobre isso não” continuou ele.

O humorista ainda pediu para que as pessoas se vacinem “Tomem a vacina pra gente voltar a ter uma vida normal pra que a gente volte a aglomerar normalmente”.

Por fim, ele pediu para que influenciadores que não aglomeraram como ele, participem da campanha “Eu fui convidado sim para essa campanha, foi uma ideia maravilhosa dos digitais. Em outros países já aconteceu isso, e outros digitais influencers que não tenham aglomerado, assim como eu, façam e participem. Eu vou continuar pedindo a todos os meus seguidores, tomem a vacina, não tenham medo”.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente