Família de sertanejo Cauan, internado com Covid 19, alerta para golpes de ajuda financeira

Cauan no hospital
Cauan no hospital

A família do sertanejo Cauan, da dupla com Cleber, veio à público nesta terça-feira, 18, alertar para golpes de pedido de ajuda financeira. Segundo uma nota de esclarecimento, pessoas estão pedindo dinheiro para ajudar no tratamento do cantor que está internado em Goiânia com Covid 19 “Tendo em vista que circulam nas redes sociais e grupos de Whatsapp mensagens solicitando ajuda financeira para o tratamento do artista Cauan, viemos a público esclarecer que o referido pedido de auxílio não partiu da família e nem do escritório que administra a carreira artística do cantor.”

“Dessa forma, alertamos ser inverídica a notícia de que há necessidade de colaboração financeira no momento e comunicamos que todas as informações confiáveis permanecerão sendo prestadas nos canais de comunicação oficiais da dupla Cleber & Cauan.” completou a nota.

Cleber e Cauan – Foto Agnews

Por fim, a família agradeceu a todo o apoio que vem recebendo “Agradecemos todas as mensagens de apoio e rogamos a Deus que ilumine a equipe médica que está empenhada no tratamento do artista para a sua completa recuperação.”

Cauan está internado há seis dias no Hospital Anis Rassi em Goiânia. Segundo o último boletim médico, o sertanejo permanece na Unidade de Terapia Intensiva com quadro grave, mas estável e obteve melhora clínica. O cantor fez nova tomografia do tórax nesta terça-feira, 18, que também mostrou discreta melhora do comprometimento pulmonar. Ele mantém-se em oxigenioterapia contínua.

Nota de esclarecimento

Vídeo ironizando Covid 19

Nesta terça-feira, 18, um vídeo começou a circular nas redes sociais onde Cauan aparece ironizando a contaminação pelo coronavírus. Na imagem, o cantor bate no peito e “brinca” que não tem medo do vírus.

A assessoria do cantor disse que a gravação é de março e não vai se pronunciar no momento, pois, agora, “o foco é a recuperação total” do artista.

Veja Também: Sertanejo Cauan segue na UTI e tem piora em exames

Nas imagens, a pessoa que grava o vídeo inicia um diálogo com Cauan e diz que a reunião é realizada “escondida” do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), pois, logo após a divulgação dos primeiros casos de coronavírus no estado, o político mandou fechar todo o comércio não essencial e proibiu aglomerações. No vídeo, eles falam:

Pessoa desconhecida: “Nós tá escondido do Caiado aqui, e olha quem chegou aqui (SIC)“.
Cauan: “Peita ‘ni’ nós, coronavírus (SIC)“.
Pessoa desconhecida: “Peita aqui, Caiado”.
Cauan: “Peita, coronavírus, vem ‘ni’ nós (SIC)“.
Pessoa desconhecida: “Peita. Aqui não ‘fi’, aqui nós não pega o ‘bicho’ não. A viola vai comer agorinha”.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente