Começam as vendas do Disney+ no Brasil

Plataforma estreia no Brasil no dia 17 de novembro
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Começam as vendas do Disney+ no Brasil
Começam as vendas do Disney+ no Brasil. Foto: Reprodução

Com estreia no dia 17 de novembro, começam as vendas do Disney+ no Brasil. A Gigante da TV norte-americana criou um pacote promocional para os fãs que aderirem à assinatura anual até o dia 16 de novembro, um dia antes do lançamento.

Dessa forma, a partir desta terça-feira (3), até a segunda-feira (16), quem assinar o serviço ganha um desconto e tanto. O valor da assinatura anual sai próximo do preço mais básico das concorrentes: R$237,90, que dá algo em torno de R$19,82 por mês.

À exceção da Amazon, que aposta no valor baixo para conquistar clientes, o preço promocional da Disney está de acordo com o mercado, pelo menos nesse momento. Contudo, a empresa não será boazinha para sempre.

O valor da mensalidade normal, após o lançamento, será de R$27,90 por mês ou R$279,90 no plano anual (com dois ‘de graça’). Apesar de estar bastante acima do valor de estreia, ainda não se distancia da mensalidade da Netflix, por exemplo. Afinal, os planos da pioneira do streaming variam de R$21,90 a R$45,90, de acordo com o número de telas simultâneas do pacote.

A Disney+, por sua vez, prefere apostar num valor único, sem complicações. Vai oferecer uma conta com até sete perfis, transmissão em 4K e até quatro telas simultâneas conectadas no app. Analisando dessa forma, não foge mesmo da grande rival.

Leia mais

Dezenas de produções da Disney deixam a Netflix. Veja!
Sem Disney+, fãs brasileiros vão ter que pagar para ver Mulan
Disney+ ganha data para chegar ao Brasil

Concorrência desleal?

Um desfalque. Além de mais um produto no mercado, a Disney+ ainda vai desfalcar o catálogo das concorrentes. O que o CEO da plataforma diz é que todos os filmes do estúdio que estiverem em outros aplicativos deixam as respectivas plataformas para estrear no novo serviço.

A grande derrocada será da Amazon Prime. A plataforma tinha um acordo para prover conteúdo da Disney enquanto o serviço não chegasse por aqui. Então, os live-actions como O Rei Leão, Maléfola e as grandes animações como Frozen 2 estavam no catálogo da gigante. Contudo, não deve durar muito mais tempo.

Aliás, se você pretende assistir a Os Vingadores no serviço da Amazon, é bom correr. Todo o catálogo da Marvel também deixa o aplicativo assim que o Disney+ aterrissar por aqui. Essas são informações que o CEO do novo aplicativo deu, ao falar das concorrentes.

Com relação ao aplicativo da rede de livrarias, era de se esperar. O acordo entre elas foi curto e direto: você exibe os filmes enquanto a minha plataforma não chegar no país. Pois é, chegou!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente