Família tenta anular testamento de Tom Veiga, o Louro José

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Família tenta anular testamento de Tom Veiga, o Louro José

Cinco meses após a morte de Tom Veiga, que ficou conhecido por interpretar o Louro José, um novo capítulo se abre na partilha de bens do ator. Tom fez um testamento no qual deixou 50% do que tinha em nome da ex-mulher, Cybelle Hermínio, e a outra metade para os quatro filhos dividirem, todos frutos de seus dois casamentos anteriores. Portanto, de acordo como Extra, a família de Tom quer anular o documento.

Aliás, Tom e Cybele ficaram casados apenas sete meses. Eles começaram a namorar no início de 2019. Tom apresentou a empresária a todos no aniversário dele, em fevereiro. Logo após, em maio do mesmo ano, segundo amigos, ele fez uma série de exames e descobriu que tinha alguns nódulos no pulmão e se preocupou. Precavido, como muitos contam, decidiu que iria fazer um testamento.

Ainda de acordo com a publicação, amigos próximos dizem que o fim do casamento não aconteceu de forma amigável. “Tem muitos áudios e prints dela falando com os advogados dele que era para andarem logo com a papelada do divórcio porque ela queria se livrar dele logo”, revelou uma pessoa próxima.

Veja Também: Ana Maria Braga deixa o enterro de Tom Veiga após cerimônia

Casamento

Ainda segundo o Extra, um mês antes da separação, em setembro de 2020, Tom e Cybelle estiveram no Cartório do 12º Registro Civil de Pessoas Naturais do Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. Eles então fizerem a troca do documento de união estável, que haviam assinado em dezembro de 2019, pela certidão de casamento, com regime de separação total de bens. A cerimônia religiosa aconteceu seis meses antes.

“Ninguém consegue entender os motivos que levaram Tom a trocar essa documentação. Não tem sentido se casar poucos dias antes de separar”, comenta um parente, que não deseja se identificar.

Ao propósito, Tom morreu no dia 1 de novembro de 2020. O divórcio estava marcado para quatro dias depois. Ao Extra, na época do rompimento, Cybelle confirmou a separação e disse que, por ela, não havia chance de reatar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente