Gloria Groove lança clipe durante a pandemia: Esperança

Gloria Groove lança clipe durante a pandemia
Gloria Groove lança clipe durante a pandemia. Foto: Divulgação

No meio da loucura que o país vive e celebrando o mês do orgulho LBGTQIA+, Gloria Groove lança o clipe de Bonekinha. O projeto faz parte do álbum que ela pretende lançar aos poucos, Lady Leste. Em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (17), a drag queen falou a respeito da. produção e processo de criação do vídeo. As referências são diversas e o retorno ao pop da artista está claro depois de um mergulho no R&B.

Em conversa com os jornalistas, ela afirmou que criou um alterego para lidar com essa nova era, não apenas de sua carreira, como também com o objetivo de enfrentar as tensões impostas pela pandemia. Afinal, a carreira de diversos artistas ficou muito prejudicada com a ausência de shows e eventos.

“Inventei a Lady Leste para ela me salvar. É um símbolo de esperança. Este álbum é baseado nessa sensação de renascimento, algo como ‘eu ainda estou aqui e eu ainda existo!'”, afirmou. Além disso, Lady Leste é uma reunião de diversas referências que completam a história de Gloria. Impossível não lembrar de Lady Gaga, mas ela também cita a força e potências de mulheres inspiradoras de sua vida, como a mãe.

Leia mais

Gloria Groove lança mais um R&B, Suplicar
Manu Gavassi contracena com o ex, Chay Suede, em clipe com Gloria Groove
Em novo álbum, Gloria Groove investe no R&B

Mês do Orgulho

O clipe de Bonekinha chega justamente no mês do Orgulho LGBTQIA+. É quando acontecem as Paradas ao redor do mundo e não é diferente por aqui. Infelizmente, só não aconteceu por causa da pandemia, mais uma vez. Sendo assim, no Brasil, é comum que empresas, veículos de informação e outras instituições mergulhem nesse universo da diversidade.

Ao responder a pergunta de um dos veículos, a nova Lady Leste afirmou que não basta ser ativista só em junho, porque a homofobia acontece o ano todo. Dessa forma, espera-se que vagas de emprego para pessoas trans surjam ao longo do ano todo, que a diversidade seja algo real e não apenas para propaganda.

“A homofobia no Brasil é estrutural. A transfobia é estrutural. A gente leva isso todos os dias. E é por isso que a gente tem que combater isso todos os dias. É importante as empresas mostrarem que nós estamos lá, reconhecerem que existe um público esperando por essas ações não só de marketing, mas dando espaço para a população LGBTQIA+”, destacou a drag.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente