Influencers lamentam morte de blogueira cadeirante por Covid-19

Vaninha Martins, criadora do canal Rampa de Acesso faleceu nesta segunda-feira
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Vaninha com seu marido Cecilio
Vaninha com seu marido Cecilio

Influencers vieram á público nesta segunda-feira, 15, lamentar a morte da blogueira cadeirante Vaninha Martins. Ela é criadora do canal do Youtube ‘Rampa de Acesso’, onde compartilhava sobre o universo de mulher cadeirante, de forma dinâmica e descontraída. 

A informação da morte foi dada através dos stories da própria blogueira por seu marido, Cecilio Martins: “Pessoal a Vaninha deixou a gente, deixou a gente 15 para as 2, ela não resistiu”

A última postagem de Vaninha em seu Instagram foi no dia 20 de maio, onde ela explicou que foi diagnosticada com pneumonia “Hoje a foto é sem make, sem glamour… Ah três dias vinha me sentindo muito mal e hoje resolvi procurar atendimento, e fui diagnosticada com pneumonia, não é a primeira vez que essa doença me atinge, já são 18 vezes com várias intervenções!”

Veja Também: Com Covid-19, Maria Melilo declara “Mais medo do coronavírus do que quando eu tive câncer”

Por fim, ela pediu orações “Todas as vezes foi uma batalha, e hoje estou aqui novamente lutando, e tenho só um pedido para fazer a vocês, torçam por mim, mande boas energias e orem muito, pois creio que o Senhor Jesus vai me dar essa vitória mais uma vez, ficarei off por no mínimo 7 dias mais sempre que puder vou atualizando vocês nos stories!”

Laura Brito lamentou a morte da amiga “Ela me ensinou muito, é muito maravilhosa. Que Deus conforte a família…eu fiquei muito abalada. Isso só mostra pra gente como a vida é um sopro, e que a gente tem que aproveitar enquanto estamos aqui e ela era isso…aproveitava! Muito maravilhosa”

Raka Minelli também deixou um recado “O que realmente importa é parar de reclamar das pequenas coisas.

“Ela me inspirava muito. Ela influenciava muito pela história de vida dela, pela superação e vai deixar muita saudade pra todo mundo. Ela está lá no céu agora com Deus e com os anjos descansando” falou Julia Doorman.

Veja Também: Mônica Iozzi revela que irmã está com Covid 19 e critica empresa que não liberou quarentena “Egoísmo”

A jornalista Alinne Prado se emocionou ao falar de Vaninha “Hoje eu perdi uma amiga. Um ser de tanta luz e com toda certeza está sendo acolhida pelos espíritos de Luz, voltando pra casa. Até pensei em desistir de fazer a live hoje mas por isso mesmo eu vou preferir manter a live para que eu possa transmutar essa dor e emanar mais luz.”

Alinne ainda revelou que Vaninha foi vítima da Covid-19 “Muita gratidão a tudo que ela significou. Ela era cadeirante e tinha uma doença degenerativa chamada distrofia muscular e acabou pegando a Covid. Uma vez eu perguntei pra Vaninha o que era liberdade? E ela me disse…a minha cadeira de rodas é minha liberdade. Ela viveu uma história linda de amor, quiçá a mais bonita que eu já vi. Poucas pessoas tem esse privilégio”

Quem era Vânia Martins

Carioca, filha de mãe solteira que nasceu com uma distrofia chamada Duchenne. Teve um diagnóstico precoce onde descobriu que a doença era progressiva e seu avanço seria rápido, o que ocasionaria muitas complicações na saúde e sequelas, tais como não andar e uma vida breve, por volta de 15 anos (no máximo 21 anos).

E realmente ela teve muitas complicações e nunca chegou a andar. Perdeu a força muscular e movimentos dos membros inferiores e superiores. O único erro no diagnóstico foi a questão do tempo de vida, ela faleceu aos 40 anos.

Veja Também: Após cura de Covid-19, Mumuzinho fará live “Tive medo de morrer”

Vaninha ficou casada por 17 anos com Cecilio Martins e há 5 anos criou o canal ‘Rampa de Acesso’. A blogueira era inspiração para muitas pessoas com deficiências físicas e sempre trazia uma mensagem de apoio e superação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente