Influenciador encontrado morto e enterrado em casa de amigos pode ter sofrido overdose

O influenciador digital Carlos Henrique Medeiros, de 26 anos, que estava desaparecido desde a noite do dia 25, foi encontrado morto no sábado (30), enterrado no quintal de vizinhos, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. assim

O casal que mora na residência onde ele foi encontrado teve a prisão temporária decretada pela Justiça a pedido da Polícia Civil por suspeita de envolvimento na morte de Carlos. O homem tem 28 anos e sua mulher, que está grávida, 24. assim

Nesta quarta-feira (03) o delegado responsável pelo caso, divulgou algumas informações do depoimento de mais uma testemunha do caso. Uma adolescente de 16 anos disse que o influenciador teve um infarto e morreu na noite de Natal após consumir droga e ter relações sexuais com ela no banheiro da casa da família dela em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. assim

Desespero

De acordo com o delegado, no relato, a jovem afirma que, desesperados, ela e os donos do imóvel enterram o corpo dele no quintal. assim

“A menina foi ouvida na delegacia e nos contou que teve uma relação consensual com ele. E que após o jovem ter usado cocaína, ele teve uma overdose durante o ato sexual e desfaleceu. Ela ainda falou que tentou reanimá-lo por mais de uma hora, mas não conseguiu”, falou nesta quarta-feira (3) Luis Roberto Faria Hellmeister, titular da Delegacia Central de Itapecerica.

O depoimento da estudante foi dado na terça-feira (2). A garota foi à delegacia na companhia do pai dela. assim

A adolescente é irmã da dona da casa. A mulher, de 24 anos, e o marido, de 28, também proprietário do imóvel, foram presos por suspeita de envolvimento na morte de Henrique.

Todas as três pessoas que estavam na casa se conheciam e eram amigas do influenciador, de acordo com a investigação. assim

Morte acidental?

A Polícia Civil investiga se Henrique foi assassinado ou se teve uma morte acidental após ter um mal súbito por uso de droga. Além da adolescente, o casal dono da casa também contou a mesma versão de que o influenciador morreu depois de consumir cocaína e transar com a garota.

Só o resultado do laudo da Polícia Técnico Científica poderá confirmar a hipótese defendida por essas três pessoas que estavam com Henrique na ceia de Natal. Os resultados dos exames toxicológico e necroscópico ainda não ficaram prontos. O Instituto Médico Legal (IML) poderá informar se o influenciador usou cocaína e se a causa da morte foi infarto por overdose da droga.

Segundo o delegado, apesar de a adolescente ter dito que ajudou a enterrar Henrique, a polícia ainda não pediu à Justiça a internação da garota na Fundação Casa para eventual cumprimento de medida sócio-educativa por ato infracional. “Decidiremos sobre essa questão mais para frente quando concluirmos o inquérito”.

Decisão de enterrar influenciador

Ainda segundo o delegado, a adolescente contou em seu depoimento que a decisão para enterrar Henrique foi do dono da casa.

“Ela falou que após não conseguir fazer o coração dele voltar a bater, apesar das massagens cardíacas, o marido da sua irmã achou melhor enterrá-lo. E que após vestirem ele, pois estava nu, passaram o corpo pela janela até a cova que havia sido escavada pelo dono do imóvel”, disse Luis Roberto.

De acordo com o delegado, a garota disse ainda que o dono da casa também havia consumido droga com o influenciador.

“Penso que ele não queria chamar a polícia ou a ambulância para que não fossem até a casa dele e encontrassem entorpecente por lá. Senão poderia correr o risco de perder a guarda dos três filhos com a mulher, que está grávida.”

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente