Influenciadora joga brinquedo no lixo após descobrir conteúdo impróprio

Influenciadora joga brinquedo no lixo após descobrir conteúdo impróprio
Influenciadora então joga brinquedo no lixo após descobrir conteúdo impróprio

A influenciadora digital Evelyn Regly jogou um brinquedo que comprou para seu filho no lixo após descobrir conteúdo impróprio. Evelyn comprou um cacto dançante que o filho, Lucas de 2 anos, adorou. Portanto, o brinquedo toca uma música polonesa com uma letra bastante pesada.

“Mandaram pra minha cunhada um storie de uma moça falando sobre a música do cacto dançante, a tradução dela que é bem pesada. Parece uma coisa indefesa, porque o cacto é engraçado, bonitinho, repete o que você fala. Mas tem a letra da música e eu fui pesquisar.” começou assim Evelyn.

“A tradução fala sobre morte, sobre drogas…enfim, eu fico pensando o que dá na cabeça de uma pessoa em fazer um brinquedo para crianças com uma musica tão ridícula dessa. Eu fui colocar a música para ouvir na biblioteca da Apple e ela não deixa por restrição de conteúdo.” explicou assim a influenciadora.

Dessa forma, ela resolveu se desfazer do brinquedo “O cacto é esse aqui que vocês viram que o Lucas brincou tanto, ele adorou. Eu diverti muito vocês desde que eu comprei ele mas vai pro lixo. Porque a gente tem que saber o que a gente da pro nosso filho. Não é ser doida não, é a gente ter cuidado mesmo.”

Veja Também: Influenciadora então é atacada por pitbull: ‘Achei que iria morrer’

Ao propósito, a música em questão se chama Gdzie jest biały węgorz (Zejście) do rapper Cypis. Veja então a tradução abaixo:

Onde Está a Enguia Branca (Descida)

Eu só tenho uma coisa em minha mente
Cinco gramas de coca voam sozinhos
Para a terra do esquecimento
Eu tenho pensamentos na minha cabeça
Quando esta condição termina
Quando eu não estou mais sozinho
Porque uma enguia branca virá
Eu só tenho uma coisa em minha mente
Cinco gramas de coca voam sozinhos
Para a terra do esquecimento
Eu tenho pensamentos na minha cabeça
Quando esta condição termina
Quando eu não estou mais sozinho
Porque uma enguia branca virá

Porra, mas eu tenho uma saída
Eu não pego as estrelas
Está como um tronco
Eu não acredito
O que está acontecendo
Como uma galinha faminta corvos
Como um lobisomem para a Lua
Existem buracos na cabeça como uma rua
Na frente de sua cabine
Eu me dissolvo como uma barra
Que está deitado no balcão
Para descer é como se você não puxasse
Irmão fode a porra da minha cara
Na cabeça um bordel como na TV
Eu não estou surpreso com tal estado
Esgotado, sou uma droga na minha mente
Eu vou fazer ou não vou
À venda tudo da cabana
Na verdade já estou fodido
Porém, tudo é vendido
Estou fodendo apenas dívidas
Kinol como uma tabaluga
Dia dois sem bater
Onde está a cobra? Química branca
A porra da descida é tão exaustiva
Como se os gafanhotos estivessem te fodendo

Eu só tenho uma coisa em minha mente
Cinco gramas de coca voam sozinhos
Para a terra do esquecimento
Eu tenho pensamentos na minha cabeça
Quando esta condição termina
Quando eu não estou mais sozinho
Porque uma enguia branca virá

Festa da química quer esquiar
Para o negociante, não para os Alpes
Oh, eu sou fictício
Nochala está bem
Ele quer tanto tocar as estrelas
Mas nada disso porque eu tenho uma saída
Mega descida de merda total
E eu sonho em entrar em um dragão
Você tem dinheiro? Você também está atrasado?
Bem, merda, eu não corro mais
Eu quero um chute de leopardo
Não há revendedor no momento
Não mais
Eu acho que a morte está me quebrando
Não vou engolir nada, tenho arrepios
Porra, quantos mais?
Essa condição vai continuar
Eu sonhei com uma van de coca
E hery, eu toco isso para provar
Eu quero dirigir em um Cadillac
Eu atropelo meus amigos com meus pensamentos
Mas todo mundo deve algo
A opção de empréstimo não está disponível
Porque eu aparo como uma tesoura

Eu só tenho uma coisa em minha mente
Cinco gramas de coca voam sozinhos
Para a terra do esquecimento
Eu tenho pensamentos na minha cabeça
Quando esta condição termina
Quando eu não estou mais sozinho
Porque uma enguia branca virá

Merda para a descoberta
Eu quero atirar como uma arma
Eu quero hery e outras guloseimas
Há um murmúrio no nariz do tijolo oco
Você tem um número gargamel?
Talvez ele a tenha na caldeira?
Eu sei besteira
Mas não há nada sobre a mesa
E há uma porra de um espaço vazio no meu bolso
Muitos seis seriam úteis
Ou pelo menos quatro
E eu voaria como uma andorinha
Como a abelha pode
Kaja cantava ao meu ouvido
Estes são os ovos, não acredito
Ele está curvado como um animal morto
A febre está piorando
Com cicatrizes como a bunda de um faquir
Como uma vagabunda peluda
Deitada gostosa pra caralho
Ei Johnny, eu gostaria de um chuvisco
E na campina para empinar como um coelho
Mas o tempo todo essa descida
Eu murcho como uma erva daninha rasgada

Eu só tenho uma coisa em minha mente
Cinco gramas de coca voam sozinhos
Para a terra do esquecimento
Eu tenho pensamentos na minha cabeça
Quando esta condição termina
Quando eu não estou mais sozinho
Porque uma enguia branca virá

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente