Justiça determina que Netflix retire especial do Porta dos Fundos do catálogo: ‘Para acalmar os ânimos”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Especial de Natal conta história de Jesus como se ele fosse gay

A sexta Câmara Cível do Rio de Janeiro determinou, em segunda instância, que a Netflix retire do ar o especial de Natal do Porta dos Fundos. O desembargador Benedicto Abicair foi o responsável por emitir a sentença, contrariando o que foi feito em primeira instância. 

A definição do juiz, emitida nesta quarta-feira (8), afirma que o melhor acatar o pedido do Centro Dom Bosco de Fé e Cultura para evitar mais alvoroço em torno do assunto. 

“Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida”, declarou o magistrado.

O  “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo” está no ar desde o final de dezembro. A obra conta a história de Jesus (Gregorio Duvivier) em seu aniversário de 30 anos. Ao voltar do deserto, ele é surpreendido com uma festa surpresa de aniversário e passa por várias situações constrangedoras enquanto tenta contar à família que é gay e que Orlando (Fábio Porchat), que o acompanhava, era seu namorado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente