Kéfera chora ao falar de violência contra blogueira trans “Dor no coração”

Kéfera chora ao falar de violência contra blogueira trans "Dor no coração"
Kéfera chora ao falar de violência contra blogueira trans “Dor no coração”

Kéfera chorou ao falar de um caso de violência envolvendo uma blogueira trans na noite desta segunda-feira, 17. Alice Felis teve o nariz, mandíbula e dentes quebrados por um agressor que invadiu seu apartamento. A blogueira mostrou tudo em seus stories no Instagram e pediu ajuda pois além de ter sido violentada, o agressor ainda levou todo o seu dinheiro.

Kéfera lamentou o ocorrido “Eu vim aqui falar de um negócio super triste, muito complicado que aconteceu com a Alice, uma mulher trans que sofreu uma agressão bizarra. É bem chocante. Já assisti, já chorei de ódio dessa transfobia maldita que ainda existe, não é possível.”

“É muito ruim mesmo o que aconteceu, é bizarro, as cenas são super fortes, é uma dor no coração de ver a hipocrisia, o preconceito. Mais um caso bizarro de transfobia e desrespeito, as cenas são muito fortes. Quem puder ajude” finalizou a atriz.

Alice Felis, blogueira trans, que foi brutalmente violentada
Alice Felis foi brutalmente violentada

O apartamento de Alice ficou coberto de sangue no chão e paredes. Ela ainda relatou que o agressor tentou mata-la com uma faca. A blogueira teme que ele volte e está arrecadando fundos para se mudar para outro local e realizar os tratamentos de saúde necessários.

Veja Também: Lady Chokey lamenta rumos de processo por transfobia “Voltamos para o final da fila”

Felipe Neto divulgou uma vaquinha on line para ajudar Alice. Até o momento dessa publicação ele já havia arrecadado mais de 15 mil reais.

Alice Felis, mulher transexual, foi covardemente espancada por um homem em seu ap. Ela está desamparada NESSE MOMENTO, sem dinheiro pra nada, pois ele levou o dinheiro que ela tinha. Vamos ajudá-la? Até quando trans continuarão morrendo assim no Brasil? O caso é muito sério, o homem ainda diz q irá matá-la se ela não for embora do RJ. Se alguma ONG puder ajudar, por favor!!! Insta dela é @aalicefelis Não dá mais pra aguentar calado com tantas pessoas trans no Brasil sendo espancadas e assassinadas diariamente!” escreveu Felipe.

A blogueira também disponibilizou uma conta pessoal para que pessoas façam doações: Banco Santander, Ag 3838, Conta Corrente 01096408-0, CPF 135.216.957-60 em nome de Fabricio Felis Silva

Kéfera chora ao falar de violência contra blogueira trans

Violência contra trans

Segundo a Agência Brasil, no primeiro semestre deste ano, 89 pessoas transgênero foram assassinadas no Brasil, quantidade que supera em 39% a registrada no mesmo período de 2019, de acordo com a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra). Para a entidade, os números escancaram como a omissão de autoridades governamentais tem contribuído para que estejam no centro de um contexto amplo de vulnerabilidade, que inclui agora efeitos da pandemia de covid-19.

Veja Também: Acusada de transfobia, Marília Mendonça se desculpa

Em nota, ao comentar os homicídios, a Antra antecipou respostas obtidas em entrevistas feitas para o projeto TransAção, de apoio a travestis e mulheres trans do Rio de Janeiro, a fim de elucidar como a suscetibilidade desse grupo populacional ocorre. A maioria (87,3%) das entrevistadas apontou como uma de suas principais necessidades a conquista de um emprego capaz de garantir seu próprio sustento. Além disso, 58,6% declararam pertencer ao grupo de risco de covid-19 e 94,8% que sofreram algum tipo de violência motivada por discriminação devido a sua identidade de gênero.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente