Luan Santana se emociona em live direto do Pantanal

Foto Divulgação

Luan Santana se emocionou em live realizada no fim da tarde deste domingo (22) direto do Pantanal. Aliás, o show virtual aconteceu em um palco montado em um barco-hotel, no rio Paraguai com o pôr do Sol ao fundo. A live aconteceu em prol do movimento ‘O Pantanal Chama’.

O cantor, portanto, viajou 12 horas pelas águas do Rio para chegar ao local da transmissão. Luan começou com a recém-lançada “Um Grito Entre as Cinzas” e também com a música-tema da novela “Pantanal” (1990), “Sagrado Coração da Terra”. Logo emendou na clássica “Chalana”, de Almir Sater, e não segurou a emoção ao cantar “Asas”. O show virtual foi parar na lista dos assuntos mais comentados da internet.

Luan lançou a música inicial da live “Um Grito Entre as Cinzas”, em prol do Pantanal que sofre com a maior queimada da história. O clipe da música tem renda 100% revertida para o movimento.

Luan também leiloou um de seus figurinos usados em seu recente DVD ‘Viva’, gravado em Salvador. A doação será revertida  para a instituição ARARA AZUL. A peça escolhida é a calça listrada que ele usou ao interpretar as músicas “Água com Açúcar”, “Boa Memória”, “Choque Térmico” entre outras. A peça em questão marcou ainda o momento em que o astro tira a camiseta e joga para o público, ao cantar o hit “A”. 

Clique aqui para participar do leilão

Emoção

“Que energia, que responsabilidade que sinto hoje nas minhas mãos não só por ser filho do Pantanal, mas por amar esse lugar do fundo do meu coração. É o palco mais lindo que eu já cantei na minha vida, nada se compara à obra de Deus.” falou ele emocionado durante a live.

Luan Santana se emociona em live direto do Pantanal

No último dia 11, Luan foi pessoalmente até Corumbá onde viu de perto a vegetação que os incêndios já consumiram e a tragédia na fauna. Nascido em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, o cantor se sensibilizou com a situação. “Fiquei tão impactado em me deparar com aquele paraíso assim, todo cinza, como uma cena de filme de guerra. A minha visita foi para descobrir essas respostas. E lutar para que muitos possam me ajudar”, disse na ocasião.

Veja Também: Furacão alcança Luan Santana no México

Recentemente, Luan contou que se não fosse cantor seria biólogo, apesar de não ter seguido essa profissão ele consegue ajudar a causa com sua música. “Eu e minha família sempre gostamos de pescar e de estar em contato com os animais. Minha vida sempre foi ao lado deles, tanto que, se eu não fosse cantor seria biólogo. Faria biologia, que era uma matéria que eu curtia mais na escola. Vou ao Pantanal desde quando eu era criança. Meu universo lúdico sempre foi real. Não virei biólogo, mas, com a música, ajudo a causa”, declara Luan. 

Luan Santana se emociona em live direto do Pantanal
Foto Divulgação

Como ajudar

Além disso, Luan convida o público em geral para assinar o manifesto “O Pantanal Chama”. O documento reforça o alerta às autoridades públicas sobre a atenção de que a região carece e de seu valor ambiental, não só para o planeta, mas, principalmente, para o nosso país e o nosso patrimônio perante o mundo.  Clique aqui para assinar

Aliás, outra forma de ajudar é adquirindo produtos com estampas do Pantanal e criados pelo artista. Clique aqui

Para participar do leilão com figurino do cantor. Clique aqui.

Para doações. Clique aqui.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente