Ludmilla comenta caso de racismo contra Neymar: ‘Olham primeiro para sua cor’

Jogador disse ter ouvido insultos de outro atleta durante jogo do PSG.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Ludmilla comenta caso de racismo contra Neymar
Ludmilla comenta caso de racismo contra Neymar. Foto: Reprodução/Instagram

Depois que Neymar contou que sofreu insultos em campo, durante uma partida do PSG, Ludmilla comenta caso de racismo contra o atleta brasileiro. A cantora escreveu um texto a respeito do assunto nos stories do Instagram, no qual referiu-se ao racismo como uma forma de atacar pessoas pretas.

No texto, Lud lembra que essa forma de violência é usada como arma para colocar em posição inferior outros indivíduos, única e exclusivamente por causa de sua cor de pele. Além disso, a cantora ainda reforça que também já sofreu discriminação.

“Pra branquitude, não importa se você é o melhor no que faz. Se é bem sucedido. Ainda assim, eles olham primeiro para sua cor. Também não importa se a gente tem a pele mais clara ou mais escura… Eles sempre sabem quem somos. E como nos ferir!”, reforçou a cantora.

Em seguida, ela lembra que esse tipo de violência tende a se perpetuar na sociedade. Ainda assim, ela é mais intensa com pessoas sem visibilidade, pessoas anônimas.

“Ontem comigo, hoje com Neymar, fora todas as pessoas que sofrem isso na pele todos os dias, mas não tem visibilidade. Pessoas que morrem diariamente por causa do racismo. E eles vivem a vida de boa, enquanto a gente sofre. Até quando? Racismo é crime! Fogo neles, Ney!! Tamo junto sempre, você é fo*****!”, escreveu.

Entenda o caso

Na partida deste domingo (13) entre o PSG e o Olympique de Marselha, Neymar teve discussões intensas com Álvaro González. Nos minutos finais do jogo, ele foi expulso. O VAR mostrou que o brasileiro deu um croque na cabeça do espanhou, quando começou uma discussão.

Assim que deixou o campo, o atleta afirmou que se arrependeu de não ter batido direito no rival. Anteriormente, ainda no primeiro tempo, o camisa 10 do Brasil denunciou Álvaro. “Racismo não. Ele pode dizer de tudo, mas racismo não!”, protestou.

Em resposta às denúncias de Neymar, o atacante espanhol afirmou que é preciso ‘saber perder’.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente