Marcos Harter comenta vídeo vazado de Emilly no confessionário “Não foi considerado agressão”

Um vídeo de Emilly Araújo fazendo exames e conversando com advogados no BBB 17 vazou na web
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Marcos Harter comenta vídeo vazado de Emilly no confessionário "Não foi considerado agressão"
Marcos Harter comenta vídeo vazado de Emilly no confessionário “Não foi considerado agressão”

Na noite desta quinta-feira, 28, Marcos Harter resolveu comentar o vídeo vazado do BBB 17 em que Emilly Araújo faz exames e conversa com uma advogada no confessionário da atração global. O médico foi questionado por um seguidor “O senhor não acha melhor admitir a culpa e ajudar a conscientizar outro homens sobre violência contra mulheres?”.

Marcos prontamente respondeu “Admitir? O inquérito nunca virou processo. A justiça extinguiu minha punibilidade. Não foi considerado agressão por nenhuma autoridade. Eu sou inocente. Leia os processos…estão todos na internet”

Veja Também: Marcos Harter ganha ação judicial contra Leo Dias “Não se trata de uma criança”

Outro seguidor resolveu deixar a sua opinião sobre o caso “Na minha opinião, você foi abusivo e agressivo sim, e não estou falando de porra**”. O ex participante do BBB respondeu “Tua opinião não muda nada”.

O médico também publicou um documento de uma audiência realizada 12 de dezembro de 2019, que Emilly não compareceu. Na publicação, a juíza Claudia Garcia Couto Mari julgou extinta a punibilidade do réu Marcos Harter.

Entenda o Caso

Na última quarta-feira, 26, vazou nas redes sociais o vídeo em que Emilly Araújo é chamada no confessionário para ser alertada pela produção do programa sobre possíveis agressões cometidas por Marcos Harter. Nas imagens, a gaúcha responde perguntas de uma advogada e faz um exame de corpo delito com o médico da atração.

A vencedora do BBB 17 mostra para o profissional alguns hematomas causados durante uma discussão com Marcos no reality show mas diz que não quer uma medida protetiva contra ele e revela que o perdoou.

Na madrugada do dia 9 de abril de 2017, Marcos Harter e Emilly Araújo tiveram uma discussão após uma festa na casa. As câmeras registraram o momento em que Marcos grita com Emilly e a deixa contra a parede. Depois, na parte externa da casa, Emilly reclama de dor no punho.

Marcos e Emilly no BBB 17
Marcos e Emilly no BBB 17

Na época, a delegada Márcia Noeli, diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (Dpam), falou ao G1: “Pelo que já sabemos, a polêmica começou no fim de semana, quando foram exibidas imagens do rapaz intimidando a moça, falando aos berros e de dedo em riste. Isso já configura violência psicológica, mas teríamos que esperar a vítima procurar a polícia. Quando surgem as imagens em que a moça reclama que o rapaz a machucou, o caso muda para lesão corporal, em que não é necessário aguardar a vítima se manifestar”

No dia seguinte, 10 de abril de 2017, apenas 3 dias antes da final do reality, Marcos Harter foi expulso do BBB 17. Segundo a emissora a decisão foi baseada nas regras do reality show, que proíbem agressão física, e nas investigações da Polícia Civil do Rio, que abriu inquérito para apurar se houve lesão corporal quando o médico discutiu com Emilly Araújo, dentro da casa.

Marcos e Emilly no BBB 17
Marcos e Emilly no BBB 17

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente