Morre ao 52 anos Dudu Braga, filho de Roberto Carlos

Morre ao 52 anos Dudu Braga, filho de Roberto Carlos

Dudu Braga, filho de Roberto Carlos, morreu nesta quarta-feira (08) após uma batalha contra o câncer. Ele enfrentava um câncer no peritônio (membrana que envolve a parede abdominal), desde setembro do ano passado. Esta foi a terceira vez que Dudu enfretou a doença depois de vencer duas batalhas contra o câncer de pâncreas em 2019.

Dudu estava internado no Hospital Albert Einstein em São Paulo.

No dia 21 de agosto, Dudu oficializou a união com a mulher Valeska, com quem já vive há 18 anos. Foi uma cerimônia íntima, num apartamento em São Paulo, seguindo os protocolos de segurança recomendados e com apenas 12 convidados, todos testados previamente. Entre eles, o padre Antônio Maria que celebrou a união de Dudu e Valeska, que são pais da pequena Laura, de 5 anos. 

A filha, aliás, foi uma das razões que fizeram o casal decidir formalizar a união. “Adiamos muito tempo e como fiquei doentinho, veio uma preocupação. Além disso, Laura está crescendo, ela pôde trazer as alianças, é muito especial“, disse Dudu, na ocasião à “Caras”, que publicou as fotos do casamento.

No fim da cerimônia, emocionado, Roberto Carlos cantou trechos das músicas “Jesus Cristo” e “Nossa Senhora”. “Desejo muitas felicidades, alegrias, saúde, paz e amor para eles. Meu filho é meu ídolo”, disse o Rei.

Veja Também: Irmão de Roberto Carlos morre no Rio de Janeiro

Aliás. Portanto. Além disso. Entretanto. Ao propósito. Aliás. Então.

Histórico de problemas de saúde

Esta era a terceira vez que Dudu encarava a doença depois de vencer duas batalhas contra o câncer de pâncreas em 2019. No começo de agosto, Dudu deu uma entrevista à Quem e falou sobre a doença com otimismo. “O meu câncer voltou ano passado, apareceram três pontinhos no peritônio. Fiz o tratamento, fiquei bem, e voltou [o câncer] há um mês. Comecei a ter umas recidivas de ter que voltar para o hospital. O meu aparelho digestivo estava ficando inflamado com uma certa facilidade”, explicou ele.

Na ocasião, Dudu contou que estava fazendo as sessões de quimioterapia. Ao todo, estavam previstas 8 sessões: “O meu tumor primário é de pâncreas e foi metastático [quando se espalha do órgão em que começou para outras partes do corpo]. Hoje não tenho nada mais no pâncreas, uma vez que operei e fiz as sessões de quimioterapia. A doença voltou no peritônio e resolveram entrar com uma medicação nova. Mas meu tumor está estável, não regrediu nem progrediu“, contou.

Dudu esclareceu que, frequentemente, precisa voltar ao hospital por conta de intercorrências clínicas. “O peritônio inflama o aparelho digestivo e sempre que isso acontece tenho que me internar para tomar antibiótico, que só pode ser feito no hospital e a cada seis horas. Não tem outro jeito, tenho que ficar internado porque a medicação é intravenosa“, contou o produtor.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente