Pamella Holanda fala de agressões que sofreu de DJ Ivis

Pamella Holanda fala de agressões que sofreu de DJ Ivis
Pamella Holanda fala de agressões que sofreu de DJ Ivis. Foto: Reprodução/TV Globo

Em entrevista ao Encontro na manhã desta terça-feira (13), Pamella Holanda fala de agressões que sofreu de DJ Ivis. A mãe de Mel contou as datas em que os vídeos foram gravados e explicou o porquê resolveu registrar os momentos de violência doméstica. Além disso, explicou o motivo para demorar a falar a respeito e deixou claro que ainda sente medo do paraibano. Agora, ele não pode mais se aproximar da ex-esposa e responde por agressão corporal. Ademais, Pamella ainda lembrou que ele nunca se desculpou ou mostrou qualquer arrependimento pelas agressões.

No primeiro dos vídeos, ela aparece no sofá de sua casa, com a mãe ao lado e a bebê no colo. Este aconteceu em dezembro, de acordo com a vítima. Pâmella estava com Covid e queria amamentar a filha, Mel. Contudo, o DJ não concordava com a orientação médica e isso motivou os ataques.

“Nas imagens que eu estou sentada no sofá, a Mel tinha um mês e vinte dias quase. Na ocasião, eu estava com Covid e todos os médicos me aconselhavam a amamentar. Ele não queria que eu amamentasse a Mel, porque não queria que eu passasse Covid para ela. Essa mulher que está com a gente é a minha mãe e ela não esboça nenhuma reação justamente por medo”, explicou.

Leia mais

Giovanna Lancellotti dispara contra DJ Ivis: ‘Um mer**’
Mãe de Pâmella Holanda presenciou agressões de DJ Ivis contra a filha
DJ Ivis ganhou mais de 200 mil seguidores horas após publicação de vídeo em que agride a mulher

Medo

Em seguida, ela revela que um funcionário de Ivis estava presente no segundo vídeo. Esses registros são de fevereiro. Além disso, a paraibana ainda disse que decidiu fazer as gravações para provar o que acontecia em sua casa.

“Eu tinha medo, pelo fato de ele ser homem e eu ser mulher, a gente precisa gritar e esbravejar para ser ouvida, eu pensei que tivesse que provar que isso acontecia. Se fosse só a minha palavra contra a dele, eu ia passar a minha vida tentando provar”, contou.

Ademais, ela ainda contou que não tinha como se manter, financeiramente, longe do DJ. Sendo assim, resistiu tanto para publicar o vídeo e falar a respeito das agressões.

“Eu tenho (medo dele) até hoje. Eu dependia dele financeiramente dele e não tinha nenhum tipo de reserva para poder dar continuidade nisso”, explicou. Ademais, deixa claro que falar a respeito da violência é um ato de coragem. “Tem que ter muita coragem não só na decisão, mas nas consequências que isso vai implicar. Mesmo depois do fim, você vai ter que ter ainda mais força, principalmente para quem tem filho. É um esforço quase sobre humano.”, declarou.

O DJ Ivis está sendo investigado por agressão corporal. A assessoria do DJ afirma que ele está colaborando e tudo será esclarecido no processo. A Produtora Vibe, responsável pela carreira do DJ, afirmou que ele foi desligado da empresa.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente