Morre Parrerito, do Trio Parada Dura, vítima de Covid 19

O cantor estava internado há 16 dias e não resistiu
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Faleceu na noite deste domingo, 13, aos 67 anos, Eduardo Borges, conhecido como Parrerito do Trio Parada Dura. Assim sendo, o óbito se deu por volta das 22 horas após complicações causadas pela Covid-19.

De fato, Parrerito ficou internado por 16 dias no Hospital Unimed, em Belo Horizonte (MG), com sintomas do novo coronavírus. Por ser do grupo de risco pela idade e diabético, ficou na UTI em estado grave.

Sendo assim, a informação foi confirmada pela assessoria do cantor que lamentou a perda “Familiares e a equipe Trio Parada Dura agradecem todas as correntes de orações e fé formadas durante a luta de Parrerito pela vida. Elas mostraram o quanto ele era tão querido e estimado por todos. E é desta forma que vamos sempre lembrar dele. Igual a andorinha, Parrerito parte voando e deixa um Brasil inteiro já com saudade de sua voz que por quase quatro décadas marcou gerações no Trio Parada Dura. Ficará para sempre em nossos corações e na memória da música sertaneja. Parrerito deixa mulher, filhas e netas que eram sua grande paixão. Vai com Deus, Parrerito! Sentiremos muito sua falta.”

O cantor deu entrada no hospital no dia 29 de agosto, e foi para a Unidade de Terapia Intensiva no dia 31. Entretanto, no dia 1 de setembro, Parrerito teve um mal súbito e precisou ser entubado.

Morre Parrerito, do Trio Parada Dura, vítima de Covid 19
Trio Parada Dura na live Modão Villa Mix

Carreira

Trio Parada Dura é um conjunto musical brasileiro de música sertaneja. Aliás, após figurar nas paradas de sucesso com várias canções, o grupo estourou em todo o Brasil no ano de 1985 com a música “As Andorinhas”.

Primeiramente, Parrerito passou a integrar o grupo no lugar de seu irmão Barrerito que ficou tetraplégico após um acidente áereo em 1982. Barrerito seguiu carreira solo, depois formou o Trio Alto Astral e acabou falecendo de infarto.

Veja Também: Tirullipa comemora resultado negativo para Covid 19

Portanto, o grupo teve diversas formações. Nos anos 2000, houve um litígio judicial entre Mangabinha e os outros dois integrantes, Parrerito e Creone. Ambas as partes reivindicaram o direito de explorar o nome “Trio Parada Dura”, mas Mangabinha ficou com o registro.

Posteriormente, Parrerito e Creone registraram, ao lado do sanfoneiro Xonadão, o Trio do Brasil e lançaram em 2013 o CD/DVD 40 Anos Ao Vivo, pela gravadora Som Livre.

Veja Também: Ex marido de Rafa Kalimann, Rodolffo, testa positivo para Covid 19

Em 2015, após o falecimento de Mangabinha, a família cedeu o direito de explorar o nome “Trio Parada Dura” para Parrerito, Creone e Xonadão, e assim formaram a quinta e atual formação do trio.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente