Presidente foi diagnosticado com COVID-19; famosos reagem

Jair Bolsonaro foi diagnosticado com COVID-19
Jair Bolsonaro foi diagnosticado com COVID-19. Reprodução/TV Brasil

Na noite desta segunda-feira (6), o Presidente da República foi diagnosticado com COVID-19. Após sentir os sintomas da doença, ele fez uma consulta com o médico da presidência e, em seguida, seguiu para o Hospital Militar, onde fez demais exame. Posteriormente, Jair Bolsonaro finalmente fez o exame para verificar o contágio do coronavírus, o qual se confirmou.

Mesmo antes da informação ter sido confirmada, redes sociais como o Twitter já aboliam com mensagens das mais diversas a respeito da notícia. Dessa forma, as tags Força Covid e Força Bolsonaro foram as mais usadas. Afinal, muitos oposicionistas do governo desejaram melhoras ao vírus, que teria ‘sido contagiado’ pelo presidente.

Vários famosos se manifestaram (contra e a favor à COVID). Um deles foi Rafinha Bastos, que brincou a respeito, contudo acabou gerando polêmica nas redes. Ele até riu de quem achou um absurdo as pessoas serem irônicas com o contágio do presidente.

JP Gadelha, do The Circle Brasil (Netflix) também criticou o Presidente da República. O baiano lembrou que Jair declarou que seu ‘histórico de atleta’ o manteria a salvo do coronavírus e da doença provocada por ele. Anteriormente, o modelo ainda acusou as medidas ‘anticiência’ tomadas pelo político.

Gregório Duvivier, um oposicionista declarado do governo, comentou o fato de a hashtag “Força Covid” estar em primeiro lugar nos comentários mais feitos na rede social. “Baita popularidade”, afirmou o humorista.

Na mesma esteira, Fábio Rabin também usou do humor e da ironia para comentar o diagnóstico do presidente.

Anúncio

O Presidente foi diagnosticado com COVID-19 e sua primeira ação foi chamar a TV Brasil, emissora pública do governo, a CNN e a Record, para anunciar a notícia. Nitidamente incomodados, comentaristas da GloboNews fizeram duras críticas à forma que o político deu a notícia, evitando outros veículos de informação.

Ainda assim, vale destacar que tanto CNN quanto Record mantêm uma agenda de defesa da pauta política do governo. Por isso, não é de se surpreender que apenas estes veículos de informação tenham sido convocados. Apesar disso, demonstra como Bolsonaro se mostra imaturo com suas relações políticas.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente