Depois de anunciar retorno, RBD divulga música inédita

RBD divulga música inédita
RBD divulga música inédita. Foto: Reprodução/Instagram

Ser fã é um tombo atrás do outro! Durante live com o programa Hoy, Anahí deu uma notícia para lá de importante aos admiradores. Em novembro, enfim, o RBD divulga música inédita. Aliás, a canção fará parte do novo projeto do grupo, que inclui uma live em dezembro e ações ao longo de 2021.

De acordo com a artista, é algo que vai empolgar os fãs para o show virtual que acontece no dia 26 de dezembro. A canção ainda não tem data oficial para chegar às plataformas digitais. Contudo, não deve demorar muito. Afinal, novembro já está chegando.

Claro que a nova canção não conta com vocais de Dulce Maria e Alfonso Herrera. Os dois já anunciaram que não farão parte desse novo momento do grupo. A cantora, porque está grávida e dá à luz nas semanas próximas ao evento. Então, sem condições de sustentar um show e amamentar a bebê ao mesmo tempo. Poncho, por sua vez, não quer nem ouvir falar do RBD em sua frente. A carreira de cantor passa longe das possibilidades do artista, que se dedica a séries de TV e ao cinema desde que deixou Rebelde.

Leia mais

Live do RBD já faturou mais de R$15 milhões
RBD gera polêmica com preço de abusivo de live
Grupo mexicano RBD está de volta, mas integrante ignora a banda
Discografia do RBD chega às plataformas digitais

Planos

O RBD divulga música inédita agora, mas começou a planejar essa reunião no final de 2019. O grupo apareceu em um jantar juntos, os seis. E a reunião, obviamente, criou uma expectativa alta entre os fãs. Contudo, de acordo com eles, o jantar entre amigos se resumiu a isso.

No entanto, logo se soube que os artistas começaram a trabalhar nessa reunião. Inclusive, Dulce Maria faria parte do projeto até descobrir a gravidez. A cantora já declarou que, se acontecesse em outro momento, não pensaria duas vezes em se juntar aos quatro amigos. No entanto, agora não tem condições.

Tudo começou com o lançamento da versão digital dos álbuns do RBD nas plataformas digitais. Spotify, Claro Música, Deezer e iTunes fizeram grandes campanhas para receber os nove álbuns em estúdio do grupo. Assim que ficou disponível, o sexteto mexicano foi parar nas principais listas virais ao redor do mundo. Não foi diferente no Brasil.

Em seguida, chegou a notícia da live, que assustou. O grupo cobra R$200 pelo acesso ao show virtual. E, mesmo com o preço para lá de absurdo, com menos de um mês de venda, já havia arrecadado mais de R$15 milhões de reais. Dessa forma, o evento virtual se tornou o segundo mais vendido do mundo, atrás apenas do BTS. A receita do sucesso é criar grupos musicais com siglas no título, meu povo.

Tio Silvio, ajuda aê!

Logo após o sucesso de vendas da Live, a Universal Music, detentora dos direitos autorais do RBD, lançou quatro álbuns ao vivo do grupo. No entanto, o melhor álbum ao vivo do grupo ficou de fora. O Live in Rio, gravado no Maracanã em 2006, não entrou na lista. Fãs especulam que o SBT, que coproduziu as filmagens, tenha direitos no áudio e, por isso, a gravadora também não lançou vídeos ou áudios do show. Enquanto o RBD divulga música inédita, os fãs ainda querem ouvir o álbum de 2006.

Além disso, a especulação dos fãs tem um argumento plausível. Outro show da banda no Brasil também não entrou na lista de ‘álbuns ao vivo’. O Tournée do Adeus, gravado em São Paulo, em 2008, passou despercebido pelos empresários. O motivo? A Record foi a responsável pela coprodução do DVD, que inicialmente seria um especial para TV. Nesse caso, é para Edir Macedo que os fãs precisam recorrer.

Contudo, uma terceira empresa se envolveu nos dois projetos: a LCM Records. O empresário responsável pela companhia prestou serviços recentes à Universal Music, trabalhando com Lucero e J-Balvin nos últimos anos. Contudo, desde 2018 desapareceu das redes sociais. Sem notícias, portanto, dos dois DVDs do RBD que ainda ficaram de fora do ‘box’ ao vivo.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente