Sasha e João tomam vacina nos EUA após Lua de Mel em Dubai

Sasha e João tomam vacina nos EUA após Lua de Mel em Dubai
Sasha e João tomam então a vacina nos EUA após Lua de Mel em Dubai

Sasha Meneghel e João Figueiredo tomaram a vacina contra a Covid-19 em Nova Iorque nos Estados Unidos nesta quinta-feira (10). Aliás, o casal celebrou a união no dia 22 de maio e depois seguiram para a Lua de Mel nas Maldivas e Dubai. Na quarta-feira (09) deixaram os Emirados Árabes com destino aos EUA. Os Estados Unidos não permitem a entrada de pessoas que tenham passado pelo Brasil 14 dias antes do desembarque e por esse motivo é preciso fazer quarentena em um terceiro país. 

A filha de Xuxa então comemorou a vacinação “VACINAADA!!! eu nem acredito que esse dia chegou! todos merecem sentir essa sensação!”. João disse “VACINADO!!! Como eu quero ver as pessoas do meu País sentindo essa alegria e alívio!”.

Ao propósito, na semana passada, Xuxa tomou a primeira dose da vacina no Brasil. A apresentadora recebeu o imunizante na quadra da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel no Rio de Janeiro. Emocionada, a cantora e apresentadora defendeu então a imunização. “Vacina sim e para todos! É uma mistura de tudo, sei lá, felicidade, com dever cumprido comigo e com pessoas que eu gosto, uma mistura de muita coisa”.

“A gente ouve tanta coisa que não vai sair, que não vinha, e saiu, está aqui no meu braço. Que bom que chegou meu dia, minha idade, graças a Deus”, concluiu.

Vacinação nos EUA

O anúncio da vacina para turistas em Nova York, feito no dia 11 de maio pelo prefeito Bill de Blasio, pavimentou com bases um pouco mais sólidas o caminho do chamado turismo de vacinação. Assim, pesa a favor o fato de que Nova York pretende disponibilizar vacinas da Janssen-Johnson, de dose única, o que diminui o tempo da viagem. Outro chamariz é o excedente de imunizantes, o que fez muitos estados americanos suavizarem a exigência de ter que apresentar um comprovante de residência para receber a picada.

Portanto, os Estados Unidos afrouxaram as rédeas com relação à vacinação de estrangeiros em razão da grande massa de imigrantes ilegais que não poderiam ou não gostariam de ter que apresentar um comprovante de residência. Mas também pela queda no número de vacinados diários do país, que caiu de 3,4 milhões para 2,2 milhões no início de maio, segundo dados da BBC. Como forma de incentivo, diversas campanhas estão no ar e quem se vacinar poderá ganhar de ingressos esportivos até US$ 1 milhão em sorteios da loteria. 

Ao propósito, até lojas estão disponibilizando vacinas, como é o caso da Macrobaby, em Orlando, especializada em enxoval de bebês e cujo dono é brasileiro. O lugar vem aplicando vacinas da Pfizer e da Moderna de graça e passará a disponibilizar a da Janssen. Para se vacinar é necessário apresentar apenas o passaporte.

Segundo o site Travel Off Path, é possível então receber a vacina sem a necessidade de apresentar um comprovante nos seguintes estados: Arizona, Louisiana, Texas, Alabama, Califórnia, Colorado, Flórida, Indiana, Iowa, Michigan, Nova York, Nevada, Novo México, Ohio, Carolina do Sul, Tennessee e Virgínia.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente