SBT ‘toma’ o futebol e patrocinadores da Globo

O embrulho da transmissão do futebol, promovido pelo presidente da República, rende um bom dinheiro para o Grupo Silvio Santos. Pode-se dizer que, com a medida, o SBT ‘toma’ o futebol e patrocinadores, que antes não saiam da barra da saia da Globo.

E o resultado da mudança garantiu um bom retorno financeiro para o Homem do Baú. A emissora vai transmitir o jogo já com seis cotas de patrocínio vendidas. Obviamente, a expectativa é a liderança na audiência. Ainda que bata de frente com o Jornal Nacional. Aliás, a briga pelos números do Ibope será forte, pelo menos no primeiro tempo. No entanto, é difícil que a emissora carioca vença com a reprise de Fina Estampa, a qual começa às 21h34.

O SBT transmite a final do Campeonato Carioca, às 20h45, com patrocínio de seis marcas: Brahma Duplo Malte, Estácio, Havan, Miorrelax, PicPay e Shampoo Clear.

A partida entre Flamengo e Fluminense pela Taça Rio terá narração de Teo José. Ainda, comentários dos ex-jogadores Roberto Rivellino, Jorginho, Carlos Alberto e Athirson, e cobertura da jornalista e apresentadora do SBT Rio, Isabelle Benito, e do jornalista do SBT Esporte Rio “Smigol”. A final do Campeonato Carioca 2020 será no Maracanã, com transmissão exclusiva em televisão aberta e para todo território nacional pelo SBT.

Por ter somado mais pontos durante toda a competição, o Flamengo será o mandante da partida decisiva. O jogo acontecerá sem a presença de torcedores, em decorrências das medidas estabelecidas no Rio de Janeiro para combater o avanço do novo coronavírus.

Entenda

Dizer que o SBT ‘toma’ o futebol e patrocinadores da Globo é uma hipérbole. Contudo, o canal se beneficiou de uma Medida Provisória assinada pelo Presidente da República que questiona outra orientação da Constituição Federal.

Nela, o time ‘mandante do jogo’, ou seja, a equipe que recebe o adversário, tem os direitos de transmissão da partida. Sendo assim, apenas um time poderia negociar quem vai exibir o jogo. Nesse caso, qualquer plataforma estaria disponível. No caso, o Flamengo tinha interesse em transmitir seus jogos pelo canal FlaTV e isso motivou a negociação com o Governo Federal.

Depois que o time se aproveitou dessa Medida Provisória, válida até o final do ano, para transmitir um partida, a Globo se sentiu lesada. Por isso, rompeu o contrato de exclusividade que tinha com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). Nesse caso, espaço totalmente aberto para o SBT e outras concorrentes.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente