Selton Mello fala do novo personagem: ‘Esperei mais de 20 anos’

Selton Mello fala do novo personagem
Selton Mello fala do novo personagem. Foto: Reprodução/ Instagram

Após a estreia de Nos Tempos do Imperador, Selton Mello fala do novo personagem na faixa das seis. Ele vive Dom Pedro II que retrata parte da história do Brasil enquanto esse o Governava. Coincidentemente, a última novela de Selton se passou no mesmo período. Em uma análise singela, o ator ainda presta homenagem a Paulo José, um dos ícones da dramaturgia brasileira. Ademais, ele ainda cita uma obra do autor russo Dostoiévski.

A princípio, ele desabafa a respeito da espera pelo papel e destaca as características que essa versão do Imperador trouxe para as telinhas. “Dom Pedro II. O último Imperador do Brasil. Esperei mais de 20 anos por algo assim.
A coroa, mas sobretudo o homem. Seus sonhos, medos, aflições, conquistas, erros, angústias, realizações, contradições & desejos
“, elencou.

A presença de Selton numa novela da Globo surpreendeu na época da divulgação. Apesar de ser um ator frequente na tela da emissora, não participava de uma obra do tipo desde Força de Um Desejo, de 1999. Curiosamente, esta também se passa em meados do século XIX e retrata cenários parecidos.

Mariana Ximenes, Selton Mello e Letícia Sabatella protagonizam Nos Tempos do Imperador. Foto: João Miguel Junior / Globo

Leia mais

Globo interrompe gravações de novelas mais uma vez
Protagonista da novela das nove, Cauã Reymond grava nas ruas de Ipanema

Pedro Carvalho vai viver bombeiros em novela portuguesa: ‘Levei cantadas’

Indireta

Quando as pesquisas da Globo para aprovar o texto começaram, os autores perceberam que parte dos brasileiros não sabe bem quem é D. Pedro II. Ademais, anteriormente, na produção de Novo Mundo, também descobriram que nossa população não distingue Pedro Álvares Cabral de D. Pedro I, que viveu trezentos anos depois. Então, o autor não perdeu a oportunidade de criticar as falhas no ensino de história no Brasil.

“Uma era que acabou em um golpe, vejam só. Depois veio a República, o resto nós sabemos, ou deveríamos saber. Vasculhar o passado, para transformar o presente & iluminar o futuro”, seguiu.

Em seguida, o ator dedicou alguns versos a Paulo José, um dos ícones do cinema brasileiro. Paulo, protagonizou Macunaíma, por exemplo, uma das grandes obras da nossa sétima arte.

“Este trabalho é dedicado ao meu maior mestre: Paulo José. O ator que me mostrou a maneira de imprimir o máximo, com uma expressão mínima de recursos. Ele me abriu portais. Meu amor por ele é gigante. Paulo, eu faço meu trabalho pensando sempre como você faria. Te amo”, concluiu Selton.

Por fim, o ator ainda destacou uma frase para citar obra de Dostoiévski, autor da literatura russa que ganhou o mundo com diversas obras. “ps: a beleza salvará o mundo”, escreveu.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente