Sérgio Reis tenta se redimir: ‘Eu errei’

Sérgio Reis tenta se redimir
Sérgio Reis tenta se redimir. Foto: Reprodução/RecordTV

Depois da busca da Polícia Federal em sua casa e das constantes ameaças ao Supremo Tribunal Federal, Sérgio Reis tenta se redimir com o público. Em entrevista a Roberto Cabrini, na RecordTV, o cantor enfim assumiu que tomou atitudes ‘como um velho gagá’, além de dizer que se arrepende do que disse em mensagens e reafirma seu compromisso com o estado democrático. Ademais, reforça que aceitará qualquer reação do STF com o que disse em áudio.

Tudo começou no final da semana, quando ele e mais onze influenciadores que ameaçaram as instituições receberam punições. Em sua maioria, eles falavam de fechar o Supremo, ameaçavam a seguranças dos membros da corte e, além disso, convocavam a população para invadir e tomar o Poder Judiciário no país. Dessa forma, os magistrados reagiram e determinaram que estes não poderiam chegar a um quilômetro de distância da Praça dos Três Poderes, onde ficam o centro dos Poderes da República.

Durante o vídeo veiculado em uma das únicas emissoras que ainda apoiam o governo, Sérgio Reis disse à Record que realmente não deveria ter dito o que disse.

“Eu errei, cara, quem que não erra, quem não faz uma bobagem um dia? Não me arrependo de nada, só essa frase infeliz que brinquei com um amigo e vazou, mas não é a realidade. […] Quero me redimir com esse povo, desculpa. Até o Supremo [Tribunal Federal], se tiver algum pedido para me prender, aceito com respeito. Não saí daqui, não me escondi. Se 6h da manhã vier a Polícia Federal aqui em casa, eu me entrego. […] Eu sou democrático, sou do bem, sou do amor”, reforçou.

Leia mais

Whindersson critica Bolsonaro em paródia: ‘Pior que coronga’
PC Siqueira via pagar multa a Eduardo Bolsonaro
Juliette se posiciona contra o governo

Polêmica

Sérgio Reis se envolveu em diversas polêmicas com seu discurso e militância nos últimos tempos. Afinal, é um dos famosos que defendem vividamente o presidente da República, não mede esforços para defender a política do governo. Então, não demorou para que suas provocações contra os outros poderes chegassem ao grande público e gerasse repercussão nas redes sociais – junto com muitos memes, claro.

Contudo, não é a primeira vez que ele se envolve na política. Isso, porque ocupou uma cadeira na Câmara dos Deputados em Brasília durante os anos de 2015 e 2019.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente