'Em choque!', desabafa Luisa Sonza após ver amigo sofrer ataque homofóbico

25 Jul 2019

 

Cantora está de férias em arquipélago de luxo próximo às Bahamas

 

Foto: Reprodução/Instagram

 

O preconceito ele não vê classe social nem lugar! Luisa Sonza está curtindo uns dias de folga nas Ilhas Turcas e Curcos, próximo às Bahamas, com um grupo de amigos. Nesta quarta-feira (24), ela presenciou uma cena um tanto desagradável. Um dos hospedes do resort onde está hospedada questionou o fato de um dos companheiros de viagem da loira estar usando esmalte nas unhas, já que ele é um homem gay.

 

Chocada com as ofensas feitas pelo gringo, Luisa desabafou com os fãs, enquanto o homem ainda gritava, próximo a eles, alguns insultos ao grupo. 

 

"Esse cara veio aqui perguntar se eu pintava as unhas", falou Gabriel, amigo de Luisa que sofreu os ataques.  "Ele começou a ser escroto com o Gabriel. Meu coração está acelerado! Meu Deus, ainda existe isso!", continuou a cantora. 

 

Sem reação ao que responder ou reagir às ofensas, Luisa preferiu não dar atenção ao opressor. Contudo, desabou ao começar relatar a história. 

 

"Ele está falando um monte de coisa nesse momento! Ele está rindo da gente! Ele provavelmente quer que a gente se revolte com ele. Eu falei para o Gabriel deixar quieto! A gente só manda amor e continua a vida!", ainda declarou a intérprete de Eliane, ao tentar apaziguar a situação. 

 

 

A cantora declarou ainda ter percebido que não existe fuga para o preconceito, e afirmou que, apesar de estarem num resort de luxo, num dos destinos mais queridinhos da América para quem tem grana, ainda assim eles sofreram esse tipo de violência por lá. 

 

"A gente está num hotel de luxo, cinco estrelas, com a maior segurança e um hóspede foi capaz levantar do lugar, onde está sentado para perguntar para o Gabriel se ele pintava a unha. Para vocês verem, quando alguém falar que homofobia não existe, que a gente não deve levantar a bandeira, que Parada LGBT é bobagem, isso não é bobagem!", protestou. 

Ela ainda refletiu sobre o que outras pessoas não sofrem nas ruas, ao serem vítimas de violências do tipo sem ter a quem recorrer. 

 

"Gente, o que essas pessoas não passam na rua? Vocês tem noção do que é isso? Quando a gente fala que tem que levantar essa bandeira! A gente tem que ficar junto! O cara levantou do lugar dele e veio até aqui. Eu fiquei 'Eu não acredito que eu to vivendo isso!'. Ele começou a falar um monte de merda para o Gabriel!", declarou ela, ainda em assustada.

 

O fato dos ataques terem vindo de um cara relativamente jovem também deixou a cantora ainda mais assustada. Para ela, isso só piora a situação, visto que é alguém que cresceu num mundo que prega a tolerância em várias esferas sociais.

 

"Eu estou em choque! O problema é que ele é uma pessoa jovem. Com pessoa mais velha a gente releva. Mas o cara tem uns 20 anos!", questionou. 

 

Luisa ainda se questionou como ele conseguiu ver que os meninos tinham as unhas pintadas e o porquê do turista ter ficado incomodado com a presença de dois gays na praia.

 

"Como ele notou? Ele levantou do lugar dele! Obviamente é uma pessoa muito infeliz! Tem gente que não faria isso, mas fala que isso não existe, tem esse pensamento. Eu to presenciando aqui! É a prova de que isso existe em todo lugar! Isso é bizarro, é triste. O ser humano é doentio! A gente tem muito a ver com isso. Quando eu falo sobre feminismo, isso tá muito relacionado. É claro que é diferente, mas a mesma fonte de opressão!", continuou.

 

Ela justificou o argumento, ao relatar que o episódio aconteceu logo após Whindersson Nunes, seu marido, deixar a cena para pegar um avião para Londres, onde ele cumpre agenda de trabalho.

 

"O Whindersson acabou de ir embora. Com certeza, se tivesse um outro homem aqui ele nunca faria isso. Porque estamos em duas mulheres e dois homens gays, super afeminados e tal. Ele veio todo machão aqui, se exibindo para os amigos. O macho opressor se sente no direito de fazer isso. Como se isso fosse um grande feito para ele!", declarou.

 

"Isso tá muito interligado e é muito triste a gente viver isso. Não tem para onde fugir. Eu fiquei com medo de ele bater na gente!", confessou a artista.

 

Luisa foi atrás do setor de segurança do hotel e abriu uma denúncia contra o homem. Ela contou que o Resort se desculpou pelo ocorrido e garantiu que daria suporte para a cantora e seus amigos durante a estadia no local.

 

"Falei isso porque achei muita injustiça por ver um amigo meu, ou qualquer pessoa sofrendo isso. O Hotel pediu mil desculpas e disse que vai conversar. A galera do hotel foi muito prestativa. Até o dono do hotel veio aqui pedir desculpas. Eles foram super legais com a gente!", relatou. 

 

Luisa é uma das principais cantoras que defendem a causa LGBT e feministas Brasil a fora. A cantora se apresentou na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo em 2019.

 

O Famosando procurou Luisa para saber se o agressor havia se desculpado pelo ocorrido. Até a publicação desta nota, ela não havia respondido.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Please reload

  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook Basic Black
Siga "famosando"
Please reload

O site Famosando é um parceiro do IG Gente 
contato@famosando.com.br