Mariana Xavier fala sobre casamento gay em 'Minha mãe é uma peça 3': "As pessoas estão vomitando o esgoto que existe dentro delas"

18 Sep 2019

A atriz terminou de gravar o longa que estreia em dezembro

 

Mariana Xavier, interpreta Marcelina na sequência Minha mãe é uma peça. A personagem é filha de Dona Hermínia, interpretada por Paulo Gustavo. A atriz revelou ao Famosando que já terminou as gravações do longa: "Acabamos de filmar dia 2 de agosto. Marcelina me proporcionou experiências loucas, que provavelmente não terei na minha vida pessoal, porque não tenho esse sonho da maternidade. Sempre digo que o maior barato da minha vida é poder experimentar vários nomes, famílias, experiências diferentes de vida. É como viver várias encarnações numa vida só. Minha profissão me permite isso. Foi muito legal"

 

Mariana já nos deu o primeiro spoiler: Marcelina ficará grávida: "A gente vai ver Marcelina constituir a própria família, indo morar com o namorado. Ela está num estilo de vida meio Hippie, mais saudável. A mãe vai estranhar. 'Como isso, minha filha? Você sempre sonhou com bacon, agora tá sonhando com rúcula?'. Vamos ver a gravidez, parto, Marcelina desesperada com o bebê pequeno. Já tem muito spoiler"

 

Apesar dos spoilers, a atriz conta que o telespectador vai se supreender:  "O público do Paulo [Gustavo], é tão fã que eles não se desestimulam em saber o que vai acontecer. O COMO vai acontecer é mais interessante do O QUE vai acontecer. é um trabalho pelo qual o público tem muito carinho" 

 

Mariana comentou o casamento gay que vai acontecer na trama e causou muitas críticas antes mesmo do filme ser lançado: "Vai ter o casamento do Juliano. A gente tá vivendo um momento muito tenso, onde os preconceitos estão sendo chancelados para serem postos a mostra. As pessoas estão vomitando o esgoto que existe dentro delas".

 

As críticas ocorreram por um suposto veto a uma cena de beijo entre os personagens Thiago (Lucas Cordeiro) e Juliano (Rodrigo Pandolfo).De acordo com Paulo Gustavo, criador e protagonista do longa, essa ideia nunca passou pelo roteiro da obra, e o objetivo do casamento gay encenado era mostrar o orgulho da mãe ao ver o filho se unir com quem ele ama, "sendo quem ele quer ser".

 

Em seus stories, Paulo Gustavo alegou que é importante combater a homofobia. "Precisamos, sim, enfrentar essa era raivosa e preconceituosa. Eu entendo esses questionamentos, pois são legítimos e importantes. Mas eu acho que estão mirando no alvo errado", afirmou. O ator reforçou ainda que, apesar de ser gay e casado há seis anos com Thales Bretas, não é ativista ou militante. "Minha bandeira é minha vida. Temos dois filhos e sou rodeado de amor, que quero espalhar pelo mundo", disse.

 

O filme tem estreia prevista para o dia 26 de dezembro, confira o trailer:

 

 

 

'

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Please reload

Siga "famosando"
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook Basic Black
Please reload

O site Famosando é um parceiro do IG Gente 
contato@famosando.com.br