Diego Hypólito posa com Bolsonaro e causa revolta na comunidade LGBT

21 Nov 2019

A primeira dama, Michelle, postou as fotos 'sem autorização' em seu Instagram

 

 

Na noite desta quarta-feira, 20, a primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, postou fotos em seu instagram ao lado do marido, o presidente Jair, e do ginasta Diego Hypólito. "Ser humano lindo, Diego Hypolito. Ah, que felicidade o seu testemunho! Minha oração é que você se fortaleça a cada dia em Cristo Jesus, o amado de nossa alma"  publicou Michelle. No encontro, Diego mostrou o seu livro "Não existe vitória sem sacrifício".

 

Em uma das fotos, Michelle aparece com o marido, com Diego e com o presidente da Caixa e escreve "Sem sua autorização para postar, Diego Hypólito".

 

A postagem causou uma grande revolta entre as pessoas que pertencem a comunidade LGBTQ+. O fato de Diego Hypólito ter surgido sorridente ao lado de Bolsonaro, fez com que os internautas classificassem o ginasta como o mais novo “cancelado” de 2019. Para essa lista costumam ir as pessoas que decepcionam o público por algum motivo.

 

Recentemente, Diego virou garoto propaganda da marca de lubrificantes KY. Após as fotos postadas por Michelle, alguns internautas começaram uma campanha para boicotar a marca “A partir de agora, eu só uso K-med”.

 

Quando Diego Hypólito se assumiu gay, ele foi bastante apoiado pela comunidade. Em sua carta aberta, o ginasta contou sua história de sofrimento: “Eu vivi a solidão de não ter ninguém com quem eu pudesse compartilhar os dilemas de ser uma pessoa gay numa sociedade preconceituosa. Por mais que todo mundo tenha a impressão de que tem muito gay na ginástica, não tem. Todo mundo me zoava, zombava do meu jeito. Eu tinha o sonho de conseguir uma medalha olímpica e faria de tudo para chegar lá, até esconder quem eu era. Eu tinha certeza que se um dia eu saísse do armário publicamente, perderia patrocínios e minha carreira seria prejudicada”

 

O ginasta já havia postado no início deste ano um pedido de apoio ao presidente da Republica para o projeto pessoal de disputa de mais uma Olimpíada. Ele foi medalha de prata no solo nos Jogos disputados no Rio em 2016. Diego teve vínculo com a equipe de ginástica de São Bernardo do Campo até o início deste ano. Ele denunciou nas redes sociais que o clube deixou de pagar sete meses de salário. Ele afirmou que o clube não repassou aos atletas a verba da Caixa para o programa de apoio à ginástica olímpica. Insatisfeito, ele foi ao perfil do presidente da Republica buscar apoio para mais um ciclo olímpico.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Please reload

  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook Basic Black
Siga "famosando"
Please reload

O site Famosando é um parceiro do IG Gente 
contato@famosando.com.br