Stênio Garcia fala sobre demissão da Globo “Implicância”

O ator, que ficou 47 anos na emissora, disse que Silvio de Abreu, implicou com ele
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Stênio Garcia fala sobre demissão da Globo “Implicância” – Foto Rede Record

Na noite deste domingo, 20, foi ao ar uma reportagem com Stênio Garcia no Domingo Espetacular da Rede Record. O ator desabafou após ter seu contrato encerrado com a Rede Globo após 47 anos.

Sendo assim, o ator se disse perseguido por Silvio de Abreu, que teria tomado partido de sua ex-mulher, a atriz Cleyde Yáconis (1923 -2013), quando ele decidiu encerrar o casamento após 11 anos de união. “Eu me separei da Cleyde de uma maneira muito cruel, até do ponto de vista dele. Depois eu conversei, acabei ficando amigo dela”,  explicou o ator. Embora tudo tenha acontecido no final dos anos 1960, Abreu, que era amigo da artista, não teria perdoado até hoje a atitude de Stênio. “Ele teve uma implicância comigo”, afirma.  

Implicância de Silvio de Abreu

De acordo com Stênio, Silvio se tornou diretor artístico e começou a implicar com ele“Quando ele tomou uma posição de direção artística, ele era um diretor, autor que não sabia escrever para mim, não queria escrever ou não gostava. De repente, me achava baixinho, feio… Isso é uma brincadeira que eu faço. Eu fiz algumas coisas com ele. A verdade é que eu sempre me dediquei, sempre quis fazer bem”, explicou ele.

Entretanto, a atual esposa de Stênio, Marilene Saade, abriu o jogo “Quem tá com a caneta é o Silvio de Abreu. Ele riscou o nome do meu marido e a gente soube por autores, não vou falar nomes, que tentaram diversas vezes escalar o Stênio e o Silvio de Abreu (dizia): ‘Olha,  se começar a insistir, tiro a tua novela”.

Stênio Garcia fala sobre demissão da Globo "Implicância" - Foto Rede Record
Stênio Garcia fala sobre demissão da Globo “Implicância” – Foto Rede Record

Ele falou, portanto, sobre como conquistou seu espaço sem ter o estereótipo de galã. “O que que é um grande ator? Altura não tenho, sou baixinho, não tenho o padrão do homem de cinema, que é identificado o artista como ator americano, alto, louro. Eu não sou, então, busquei a figura brasileira”, conta.

Além disso, Stênio falou sobre os anos que passou na emissora e fez grandes amigos, além de receber mensagem de ex-colegas de trabalho que agora estão na Record TV. Ele também falou sobre seu pedido para não ser dispensado da Globo em suas redes sociais.

Pedido

Primeiramente, no início de março, Stênio publicou um vídeo na rede social da esposa, Marilene Saade, explicando que se não fosse escalado para algum trabalho seria demitido “Meu nome é Stênio Garcia. Tenho 88 anos e quase 70 anos de carreira. Estou na Globo com contrato de prazo indeterminado desde 1973. No dia 4 de março recebi um cartão vermelho e se eu não for escalado ou reservado até o dia 30 de março terei o meu contrato abruptamente interrompido. Devido ao coronavírus, não posso sair de casa”, disse o veterano ator.

“Então, eu peço que os autores e diretores da Rede Globo que me escalem, que me reservem até o dia 30 de março, para que eu possa continuar trabalhando.” declarou.

Além disso, Stênio declarou que depende do trabalho para viver “Meu trabalho, como vocês sabem, é a minha vida. E eu dependo disso para me manter vivo. Muito obrigado”.

Veja Também: Com 87 anos e demitido da Globo, Stenio Garcia revela depressão “Tenho tomado remédios para dormir”

Durante a entrevista para a Rede Record, Stênio revelou que chegou a ser contactado por alguns autores mas não fechou nenhum trabalho e foi demitido da emissora.

Aliás, o último trabalho dele na TV foi na novela Deus Salve o Rei, que acabou em meados de 2018.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente