Thelma, vencedora do BBB, ganha quadro fixo em programa da Globo

A médica fará parte do programa "É de Casa"
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Thelma ao vencer o BBB 20
Thelma ao vencer o BBB 20

A vencedora do BBB 20, Thelma Assis, ganhou um quadro fixo sobre saúde no programa ‘É de Casa´da Globo. A médica participou, em caráter experimental, da atração no último sábado e agradou a produção do programa.

No último sábado (16), Thelma estreou o quadro no programa da Globo entrevistando seus amigos médicos que estão trabalhando na linha de frente no combate à pandemia do novo coronavírus para mostrar ao público parte do drama que estes profissionais têm enfrentado nos hospitais.

Em nota, a Globo confirmou a participação da médica nos próximos programas “A Thelma foi convidada a participar do É de Casa mostrando histórias de pacientes e médicos em hospitais públicos durante a pandemia, como ocorreu no último sábado. A participação da médica está prevista nos próximos programas”.

Thelma entrevista médicos no É de Casa
Thelma entrevista médicos no É de Casa

Ao contrário dos anos anteriores, Thelma Assis não assinou contrato com a Globo logo após ter sido consagrada vencedora do reality show comandado por Tiago Leifert. Pelo fato de haver poucos programas de entretenimento em plena atividade no momento, a emissora não tinha como aproveitar de seu potencial e não a ofereceu um contrato de exclusividade de longo prazo, como ocorreu nos anos anteriores com os vencedores de outras temporadas.

Veja Também: Thelma fala sobre coronavírus após BBB20

Sua participação no É de Casa vinha sendo negociada nas últimas semanas, e somente agora, com a confirmação da permanência de seu quadro, é que a médica assinará um contrato com a emissora, que poderá ser encerrado a qualquer momento, de acordo com a decisão da direção da atração em manter ou suspender as entrevistas que ela fará com os médicos.

Edição Histórica

O Big Brother Brasil chegou a sua final aplaudido de pé. Após uma temporada sem sal nem açúcar em 2019, o programa surpreendeu tudo e todos com nove convidados este ano. Contudo, nem só de convidados e anônimos passou a edição. Grandes polêmicas giraram em torno do reality

Logo na primeira semana, vários participantes foram ‘cancelados’ sob as mais variadas acusações. Em tempo, debates sobre homofobia, machismo e zoofilia chegaram ao público em apenas quinze dias.

Assim, o mesmo público foi implacável: com tanta polêmica em tão pouco tempo, sobrou até para as ‘mocinhas’ da edição. As grandes favoritas do começo do jogo foram acusadas de racismo no meio da temporada. Pode isso, Arnaldo? 

A desigualdade entre o grupo de mulheres e homens acabou fazendo com que a audiência se incomodasse com as jogadas das meninas. No final de contas, o grupo ‘hippie’ perdeu a mão tentando ser ‘justo’ demais com os coleguinhas. 

Portanto, com toda essa agitação, os telespectadores tiveram a oportunidade de selecionar bem quem eram seus finalistas favoritos. Péssima decisão, porque ficou muito confuso saber em quem votar. Mesmo as principais torcidas das redes sociais estavam sem saber o que fazer ou a quem dar o prêmio de 1,5 milhão de reais. Foi difícil dizer quem mereceu botar a mão na bufunfa, mas em tempos de empoderamento feminino e luta contra o racismo o final não poderia ter sido outro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente