Wesley Safadão defende shows “Nos shoppings acharam a cura?”

O cantor defendeu o setor de eventos e fará um show para 4 mil pessoas no fim de semana
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Wesley Safadão defende shows "Nos shoppings acharam a cura?"
Foto Agnews

Wesley Safadão defendeu a retomada de shows presenciais em meio a pandemia do Covid-19. Em entrevista ao UOL, o cantor falou que somente o setor do entretenimento ainda não voltou. Wesley prepara um show para 4 mil pessoas no próximo dia 21 em Natal, no Rio Grande do Norte.

Para o cantor, o público ligou o “dane-se” e tem participado de festas e outros tipos de aglomeração porque acreditam que todos serão infectados em algum momento. “A gente não pode ser privado, por isso levantei essa bandeira. Não quero ser o salvador da pátria, mas não estou fazendo só por mim. Eu tinha até opção de ficar quieto e não levar críticas. As pessoas perguntam: ‘Achou a cura?’ Eu digo: Nos shoppings acharam a cura? E nos aviões? E na praia”, afirmou Safadão.

“Só o meio do entretenimento ainda não voltou. Bares voltaram, shopping voltou. Tudo voltou a funcionar. E eu não acredito que as pessoas só peguem covid depois de 20h, 22h. Que só peguem nos shows”, reiterou o Wesley Safadão.

Show em Natal

Em comunicado, a equipe do cantor informou que no show que acontecerá em Natal, terá medidas de segurança rigorosas. Todas as pessoas terão a temperatura aferida e as mãos higienizadas com álcool gel na entrada do evento. Além disso, as pessoas não poderão se movimentar fora da área de sua mesa, com exceção para usar o banheiro. Garçons ficarão responsáveis pelo serviço de alimentação e bebidas ofertados na mesa e somente durante o consumo, permite-se a retirada das máscara.

“Esse show [em Natal] vai ser uma forma de mostrar para outras cidades e estados que é possível voltar com segurança. Não é o ideal, mas já é um recomeço, um grande passo. Já tenho shows marcados em São Paulo, em dezembro, de forma reduzida também”, concluiu Safadão.

Wesley Safadão defende shows "Nos shoppings acharam a cura?"
Foto Agnews

Grito de Socorro

No final de agosto, Wesley Safadão testou positivo para o Covid-19. O cantor descobriu a doença ao fazer um exame para participar do Domingão do Faustão.

Veja Também: Wesley Safadão pede retomada dos eventos “Chegou a nossa vez de gritarmos”

No inicio de outubro, Safadão encabeçou uma campanha em prol da retomada dos eventos. Na época, os eventos estavam parados há quase 7 meses. Sendo assim, o setor foi um dos mais afetados pela pandemia do COVID 19. O avanço da doença, portanto, fez o Brasil parar e se isolar, fechando todos os estabelecimentos e cancelando todos os tipos de festas por todos os cantos do país, desde o mês de março.

Wesley Safadão defende shows "Nos shoppings acharam a cura?"
Foto Agnews

Aliás, artistas, músicos, produtores, seguranças, técnica, equipe de limpeza, e muitas outras pessoas, que dependem do funcionamento de cada casa de show, espaço de evento e festas, ficaram sem ter de onde tirar o sustento da família.

O grito de socorro, entretanto, veio após a liberação de diversos setores que geram aglomeração, e da extrema necessidade em que se encontram os profissionais da área.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente