Youtuber tem prisão preventiva decretada após denuncias de estupro de crianças

Youtuber tem prisão preventiva decretada após denuncias de estupro de crianças
Youtuber então tem prisão preventiva decretada após denuncias de estupro de crianças

O influenciador digital e youtuber de games Raulino de Oliveira Maciel, conhecido como “RaulZito”, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro por estupro de vulnerável. Ele então foi preso em 27 de julho deste ano em Santa Catarina, durante a operação da Polícia Civil carioca, sob suspeita de ter abusado de menores . No documento expedido na segunda-feira (23) pelo MPRJ, uma promotoria pediu ainda a prisão preventiva do investigado.

Aliás, o rapaz está sendo acusado de cometer abusos sexuais contra crianças de 10 e 11 anos. Isso entre os meses de fevereiro e meio deste ano. Assim, a denúncia especifica é de que os abusos ocorreram por pelo menos quatro vezes, dentro da casa de uma das vítimas, em Niterói. Mais sete casos suspeitos então foram denunciados em São Paulo, Paraíba e Santa Catarina. No dia 27 de julho, a polícia já havia pedido a prisão temporária do youtuber e uma busca em seu domicílio. Porém, quando os oficiais foram cumprir o mandado, o youtuber não estava em sua casa em São Caetano do Sul, Grande São Paulo. Após 14 horas de viagem, os agentes o remanescentes em Santa Catarina.

Veja Também: Influenciadora joga brinquedo no lixo após descobrir conteúdo impróprio

Celebridade

Raulzito coleciona mais de 200 mil seguidores no Instagram e é famoso por transmitir suas partidas virtuais de videogame na internet. Aliás, a maioria de seus espectadores são crianças e adolescentes, público-alvo dos jogos. De acordo com a denúncia, as investigações descobriram que “o denunciado, aproveitando-se do seu papel de celebridade, escolhia crianças com idade entre 10 a 11 anos, direta ou indiretamente ligada ao meio artístico, e invariavelmente de cor branca, cabelos lisos e longos. A aproximação se dava, normalmente, por meio do aplicativo Instagram, fonte de informações sobre as crianças e familiares

No caso da vítima mencionada no pedido de prisão preventiva do MPRJ, RaulZito teria começado a comentar nas fotos postadas pelo menor. Ele alegou que desejaria conhecer os locais onde tirou-se as fotos. A mãe da criança não desconfiou do teor das conversas. Ela teria até mesmo aceitado hospedar o acusado em sua residência, mostrando ao influenciador o trabalho da vítima, que também desejava seguir carreira artística.

Durante sua estada na casa da vítima, o youtuber chegou a convidar também a segunda vítima e sua mãe para visitar a residência e, no quarto da criança que morava no local, RaulZito teria cometido os abusos, que consistiam em “brincadeiras de cunho sexual” .

O TJR destaca em nota que a pena pelo crime de praticar ato libidinoso com menores de 14 anos é de oito a 15 anos de reclusão.

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente