Zé Neto se manifesta após criticas por usar animal para pagar promessa

Zé Neto se manifesta após criticas por usar animal pagar promessa
Zé Neto então se manifesta após criticas por usar animal pagar promessa

Zé Neto, da dupla com Cristiano, está pagando uma promessa andando em cima de um burro. O cantor começou uma romaria na terça-feira (28) partindo de Camanducaia em Minas Gerais a caminho de Aparecida do Norte. Ele deve percorrer cerca de 240 quilômetros com um grupo de cavaleiros.

Luisa Mell fez duras críticas à Zé Neto “Fiquei sabendo que o cantor Zé Neto fez uma promessa sei lá do quê e vai andar 1180 quilômetros em cima de um burro. Não foi você que fez a promessa? Ajoelha no milho, vai andando… Não consigo entender”, disse. Alguns veículos noticiaram que ele teria saído de Londrina, no Paraná, mas a assessoria do cantor desmentiu.

“Sempre mostro as tragédias que acontecem com animais nessas romarias. Cavalos morrem todos os anos. Vocês acham que Deus gosta disso? Aceito todas as religiões, cada um fala com Deus do jeito que quer, mas pague você a promessa“, continuou Luisa.

Dirigindo-se ao cantor sertanejo, Luisa falou ainda: “Zé Neto, vai você andando, vai de bicicleta. O burro não tem nada a ver com isso. Pessoa pública deveria dar exemplo. Quem fala: ‘Sempre foi assim…’. Pô, mas a gente está aqui para mudar o mundo. A gente deve lutar pelos animais, eles não podem gritar e sofrem muito nas nossas mãos”.

Zé Neto explica

Zé Neto começou seu segundo dia de romaria nesta quarta-feira (29) explicando. “Eu vou mostrar pra vocês a saúde de todos os animais. Todos bem gordos, comendo, comendo o feno. Isso aqui é pra mostrar pra vocês que estamos sempre preservando a saúde dos animais. Saiu um monte de comentário, um monte de gente falando merda porque não sabe, não conhece.”

Ele garantiu que os animais são revezados e mostrou dois veterinários que estão acompanhando a equipe. “A gente reveza um animal por dia. Estão aqui os nossos dois veterinários. Tem tudo o que eles precisam, soro e vários remédios. A gente vai andando dentro dos limites dos animais e da gente porque haja Hipoglós. A gente vai fazer o caminho todo em cerca de 5, 6 dias. Andando em torno de 25, 30 quilômetros por dia. Tem caminhos que anda 40 por dia mas tudo revezando os animais, estamos com todo o amparo aqui preservando a saúde dos animais e dos cavaleiros.”

Veja também

O site Famosando é um parceiro do IG Gente